TABATINGA, NO AMAZONAS - APOIO AO MOVIMENTO ABRE BIBLIOTECA


Mas uma vez, deixo registrado o apoio recebido no interior do Amazonas, para o Movimento ABRE BIBLIOTECA. 

Dessa vez, a contribuição vem do município de Tabatinga, localizado na tríplice fronteira entre o Brasil, Colômbia e Peru. A cidade, possui uma população com cerca de 54. 440 habitantes e infelizmente não possui biblioteca pública. 

Estive em Tabatinga entre os dias 09 a 13 de outubro realizando pesquisa e durante esse período fui recebida pela família da Dona Neura e sua filha Gigi, ambas amigas da minha querida Sigrid Avelino. 


Aproveito essa postagem para agradecer a todos o carinho e atenção dispensada e principalmente a disponibilidade com que contribuíram para a divulgação do Movimento ABRE BIBLIOTECA.

Todos foram unânimes em afirmar o quanto seria relevante para Tabatinga a criação de uma biblioteca pública, sendo assim essas imagens pedem bem mais que a reabertura da Biblioteca Pública do Amazonas, pedem mais cultura e acesso a informação para o município! 








No dia em que retornava para Manaus, no aeroporto, tive a oportunidade de encontrar José Lindomar C. Albuquerque, Professor da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Adriana Piscitelli da UNICAMP e a Professora Edna Teresa Freire Paula, da ESBAM - Manaus que também foram solidários e contribuíram com suas imagens para reivindicar a reabertura da Biblioteca Pública do Amazonas. 




O movimento ABRE BIBLIOTECA teve início oficial no dia 9 de maio de 2012. Consiste numa campanha que tem por objetivo conclamar a sociedade a lutar pela reabertura da Biblioteca Pública do Amazonas, fechada há cinco anos para reforma e sem uma data efetiva para reabertura.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário