KANDINSKY - CCBB - BELO HORIZONTE


Valeu muito a pena usufruir da exposição no Centro Cultural Banco do Brasil - BH, “Kandinsky – Tudo começa num ponto”, que apresentava muito da obra, contexto e elementos diversos da vida do pintor russo Wassily Kandinsky.


Nascido em Moscou em dezembro de 1866, Kandinsky foi um artista que marcou significativamente o seu tempo, sendo considerado inclusive como o precursor da arte abstrata.


A mostra apresentada nas salas do CCBB-BH, possibilitou conhecer elementos do contexto em que viveu Kandinsky em seu país de origem, bem como algumas de suas obras em meio a pontos de influências, numa relação com arte, espiritualidade, música, ritos e outros.


Algumas frases proferidas por Kandinsky (em destaque nas paredes) davam vazão as suas fases. Além das pinturas estavam presentes roupas, instrumentos musicais utilizados em rituais xamânicos, cartas, documentos, objetos de cerâmica, filmes e mais... 


Me chamou bastante a atenção a fotografia (ampliada) de Kandinsky com sua ex-companheira, a também pintora Gabriele Münter. Havia na exposição várias de suas obras, como a da pequena tela abaixo em que ela retratou um homem com cavalo branco...o cavalo me lembrou muito o da personagem Pippi Långstrump, de Astrid Lindgren.

Sobre Gabriele, pesquisei um pouco mais. Foi uma grande artista, mas creio que sofreu bastante na relação e separação com Kandinsky.


A exposição apresentava cores fortes e elementos surpreendentes. Gostei de ver os vários objetos da cultura russa, país que tenho grande interesse em conhecer para ter uma noção sobre suas bibliotecas.


A exposição já passou por Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, agora segue para São Paulo por isso, aproveito para alertar aos paulistas que é uma grande oportunidade para os interessados por artes conhecerem de graça, obras tão significativas.


Fui a essa exposição, no Centro Cultural Banco do Brasil/BH com Camila, praticamente encerrando essa temporada em Belo Horizonte.

Visite o site do CCBB 

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário