MUSEU DE ARTE DO RIO DE JANEIRO - MAR


Essa postagem refere-se à última passagem pelo Rio de Janeiro, uma das poucas viagens em que pude apresentar muito do que vi (em outras vezes não tive tempo para fazê-lo). 

As imagens são do MAR, espaço museológico instalado em dois edifícios, sendo um em estilo moderno e o segundo, um palacete (de Dom João VI), ambos hoje interligados por meio de uma cobertura de concreto.



















O MAR foi inaugurado em março de 2013 e tem função, além do aspecto expositivo, ser um espaços de apoio à educação e a arte.

Essa visita foi realizada com a amiga Dani Spudeit e sua filha Gabriela. A imagem acima foi feita quase na entrada, no térreo, onde nos surpreendemos com essa bela instalação do Projeto Morrinho que retrata elementos característicos das favelas cariocas, casas, bares, escolas, vias para carros...Dani e eu procuramos, mas não encontramos nenhuma referência à biblioteca.


A exposição possui um tom alegre, com frases engraçadas e reflexivas, como esta que envolve uma das pilastras do edifício: O que o mundo precisa pra ser melhor? 

O MAR tem uma relação intrinsecada com a cultura da cidade do Rio de Janeiro e de acordo com o site da Instituição:
O Museu de Arte do Rio promove uma leitura transversal da história da cidade, seu tecido social, sua vida simbólica, conflitos, contradições, desafios e expectativas sociais. Suas exposições unem dimensões históricas e contemporâneas da arte por meio de mostras de longa e curta duração, de âmbito nacional e internacional. O museu surge também com a missão de inscrever a arte no ensino público, por meio da Escola do Olhar.
O espaço físico do MAR é por demais surpreende. Tomando o elevador, no sexto andar se pode ter uma visão incrível da área portuária do Rio de Janeiro. 



A exposição que fervilha no MAR atualmente é Tarsila e Mulher Moderna no Rio ocupando o segundo andar do Museu  desde o dia 12/05/2015 até  20/09/2015.


Se o chamariz da exposição destaca as obras de Tarsila (25 pinturas e dez desenhos), o visitante vai se surpreender com obras ou informações sobre outras personalidades femininas com: Anita Malfatti, Clarice Lispector, Luz del Fuego e Leila Diniz. O chato é que não é permitido fazer fotos.


Estavam também exibição as exposições de Kurt Klagsbrunn, um fotógrafo humanista no Rio (1940-1960)Rio, uma paixão francesa. Ambas com belas e reflexivas imagens fotográficas.


Eram as últimas horas que passaria no Rio, em menos de três horas meu voo sairia do aeroporto de Santos Dumont com destino a Belo Horizonte, por isso não pude aproveitar tanto quanto gostaria. Passei as pressas por essa exposição que gostei, mas que nem sei muito... 


Encerro esse post com minha foto junto a uma frase que chamava a atenção no painel tipo mezanino. Por que lutamos? Creio que lutamos, entre outras coisas por justiça! Pensei imediatamente da luta que meus colegas do Rio de Janeiro e Paraíba estão travando em prol das bibliotecas...Uma boa e necessária luta!


O Museu de Arte do Rio está localizado na Praça Mauá, região central do RJ. A área de localização do Museu está passando por grandes obras e por isso pode parecer um pouco difícil de chegar. Os ingressos custam R$8,00 inteira e R$4,00 meia.

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário