MOVIMENTO ABRE BIBLIOTECA RIO - PANFLETAGEM


O Movimento Abre Biblioteca Rio está com uma força incrível. Hoje, pude participar de uma das reuniões do grupo que entre outras coisas, luta por acessibilidade no ambiente das bibliotecas que tiveram seus horários de funcionamento e quantidade de dias reduzidos

Esses fatores têm prejudicado inúmeros usuários que antes usufruíam da Biblioteca no horário da manhã e também após suas jornadas de trabalho, no horário noturno e finais de semana.


A situação é de perda e não vai ser aceita sem luta, por isso há menos de um mês, o Movimento Abre Biblioteca Rio deu início a uma série de  ações que visam instigar o poder público a retroceder das decisões a avançar em outros sentidos em prol das bibliotecas parque do Rio de Janeiro. 

Sobre o Movimento, conforme destaca informação extraída do Grupo, no Facebook:
O Movimento Abre Biblioteca Rio é uma extensão, por assim dizer, do Movimento Abre Biblioteca que nasceu no estado do Amazonas em 2012 inspirado no Marea Amarilla (Maré Amarela), movimento criado em prol da luta pelas Bibliotecas Públicas da Espanha. Autônomo e apartidário, o Abre Biblioteca Rio se propõe a reivindicar a abertura e melhoria das condições das bibliotecas públicas localizadas no estado do Rio de Janeiro.
E a população está começando a tomar conhecimento dessa luta e o apoio ocorre sem esforço, por isso deixo aqui estampada algumas das imagens feitas durante a panfletagem que realizamos hoje em frente a Biblioteca Parque Estadual.



Era preciso explicar o motivo da mobilização e ao mesmo tempo convidar os transeuntes e principalmente os usuários que saíam da Biblioteca (no horário das 18:30) para participar do ato que acontecerá no dia 29 de maio, a partir das 15 horas em frente a Biblioteca Parque Estadual.


O Movimento Abre Biblioteca Rio reivindica os seguintes pontos:
1) Que as bibliotecas abram em horário integral (8h às 21h) de 2.a 6.feira e inclusive aos finais de semana.
2) Que seja realizado concurso público para o preenchimento dos cargos, principalmente de bibliotecários e auxiliares de biblioteca nas bibliotecas no RJ. Somos contra a terceirização dos serviços das bibliotecas.
3) Que sejam revogados todos os cortes financeiros no setor cultural do Estado.
Todos estes aspectos são justos e necessários, aliás que maravilha seria se todos os estados do país passassem a empreender ações desse tipo para que assim a sociedade tivesse mais oportunidades de acesso a informação e, por conseguinte, tomasse consciência de seus direitos e deveres. 


Foi muito bacana estar presente a reunião seguida de panfletagem com os colegas Rodolfo Targino, Chico de Paula, Hanna Gledyz, Dani Spudeit, Eva Medvedeff , Ana Isabel, Tati Rodrigues, Bruno Cruz e Arthur Cruz.


A Biblioteca Pública do Estado do Rio de Janeiro, está localizada na Avenida Presidente Vargas, 1261 – Centro RJ.

Assine e divulgue a petição on line http://www.peticaopublica.com.br/psign.asp

Fotos: Soraia Magalhães, Hanna Gledyz e Chico Cruz
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário