BIBLIOTECONOMIA: 15 ANOS


Parece que foi ontem, mas já se passaram quinze anos desde o dia em que nossa turma de estudantes de Biblioteconomia/1996, da Universidade Federal do Amazonas - UFAM, se encontrou para sua cerimônia de  colação de grau e formatura. 


O momento foi muito bonito, festivo e nos sentíamos orgulhosos por ter chegado até ali. Infelizmente quase não tenho fotos desse dia, inclusive as imagens desse post, a maioria foram recolhidas nas páginas pessoais de alguns colegas, nas redes sociais. 


Mesmo embaçadas, essas duas imagens dão um toque do semblante desse grupo que em poucos dias seguiriam em busca de um espaço no mercado de trabalho objetivando começar uma carreira profissional.

Não tinha conhecimento dessas fotografias, foi a colega Silvia Souza, quem postou hoje em seu perfil pessoal do Facebook, vê-las me deu a maior saudade. Dava pra perceber vivacidade em nossos olhos.


Tenho lembranças muito queridas dos anos passados com meus colegas de turma e em especial da amiga Gisele Lima, inseparável companheira. Atendíamos inclusive pelo pseudônimo de Batman e Robin. Estávamos sempre ligadas, queríamos aprender, fizemos Pibic, Monitoria e vivíamos em busca de novidades expostas nos cartazes dos corredores da Universidade. Queríamos tudo!


Nossa turma era irreverente e fizemos história. Montamos inusitadas feiras, peças de teatro e uma série de atividades que fugiam ao esteriótipo do que se pensava de estudantes de biblioteconomia. Nosso convite de formatura teve também um toque de inovação e criatividade, pois ao contrário dos modelos convencionais, optamos por um cartaz em que cada um deveria aparecer referendando elementos que nos reportariam a profissão. 


Fomos para um estúdio fotográfico e nos divertimos inventando poses. O resultado foi uma surpresa para todos. Eu, particularmente adorei o espaço que ganhei no cartaz que de alguma forma trazia indícios do que eu faria no futuro...com o Caçadores de Bibliotecas.


Poderia escrever muito, contudo, em vista da falta de tempo escrevo bem mais para não deixar passar  esse momento que sempre poderá ser lembrando.

Encerro com a imagem que marcou de forma muito especial o momento de celebração do esforço e conquista com as pessoas mais importantes da minha vida. Minha mamãe Iolanda Pereira e meus filhos Phellipe e Camila.

O tempo passa voando...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário