BIBLIOTECA ANGELICA - ROMA - ITÁLIA


A Biblioteca Angelica foi fundada em 1604 pelo Bispo agostiniano Angelo Rocca e possui acervo estimado em cerca de 120.000 volumes de manuscritos e impressos relacionados principalmente ao pensamento de Agostinho e a história da Reforma.



Uma preciosidade acessível na cidade de Roma, haja vista que ainda nos dias atuais permite acesso ao salão de leitura, mantendo uma característica que não pode deixar de ser destacada: foi a primeira biblioteca européia aberta ao público. Destaco a informação abaixo, extraída do site da Biblioteca Angelica que aponta, elementos dessa história:
Ao longo dos séculos, a biblioteca foi enriquecida com preciosos manuscritos,presente da nobreza romana. Angelo Rocca criou um local adequado para a nova biblioteca, com renda própria para sua regulação e queria que fosse aberta a todos, independentemente do status ou riqueza. A novidade absoluta da instituição desejada por Rocca despertou o interesse e a reputação da biblioteca, logo se espalhou entre os estudiosos.
Visitei a Biblioteca Angelica com minha querida amiga Astrid Lima, que mora há 19 anos na Itália e mesmo distante do Amazonas, continua ativa nas causas social neste país, tal qual quando militava em vários movimentos na Manaus dos anos 80 e 90.




Para ambas, a experiência foi marcante. No local, não é permitido fazer imagens, tendo em vista a preservação dos documentos, contudo ao explicarmos que a ideia era divulgar o espaço num blog que "caça bibliotecas", tivemos autorização, graças a gentileza da bibliotecária Nicoletta Muratore .


Visitar uma biblioteca fundada em 1604 foi pura emoção e descobrir que foi a primeira biblioteca européia aberta ao público, mais emocionante ainda.

A Sala de Leitura, funciona de segunda-feira à sábado, sendo que às segundas e sábados nos horários de 8:30 às 13:45. As terça-feira, quarta-feira e quinta-feira de 8:30-19:00

A Biblioteca Angelica, desde 1975 faz parte do Ministério de Patrimônio e Cultura da Itália!

Fotos: Astrid Lima
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

4 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário