FOTOGRAFISKA - MUSEU - ESTOCOLMO


O Fotografiska Museu pode ser uma bela experiência para quem visita Estocolmo. Localizado em uma área com vista para o mar báltico, apresenta-se como oportunidade para os amantes da Fotografia com excelentes exposições na capital sueca.


O Fotografiska é considerado um dos museus mais visitados de Estocolmo (assim como o Vasa, já comentado neste blog) e o bom é que ambos atraem a atenção por conteúdos e propostas bem distintas.


Eu tive muita vontade de visitar esse Museu durante a exposição Gênesis do brasileiro Sebastião Salgado, já havia visto em outros espaços no Brasil e mesmo tendo estado em Estocolmo em 2014 não pude ir. Foi bom encontrar algumas de suas obras ainda em destaque por ali.


O bom é que dessa vez, pude desfrutar da exposição Up Close do fotógrafo alemão Martin Schoeller que apresenta incríveis imagens de personalidades do cinema, da política, dos esportes e outros segmentos.



Não pude deixar de guardar o registo da imagem de Robin Williams, ator que sempre lembrarei com carinho, especialmente pelo filme Sociedade dos Poetas Mortos, na lista dos meus favoritos. Foi uma surpresa encontrá-lo na exposição e em uma criação tão bem humorada.


Haviam outras exposições bacanas como "Onde as crianças dormem" do fotógrafo Magnus Wennman (essa não fiz registros). Era realmente tocante, não apenas pelas imagens, mas também pela montagem envolta em sonoplastia, com relatos e música que nos levavam a refletir sobre o sofrimento das crianças diante da guerra na Síria.


Tudo no Fotografiska é bonito, sejam os espaços das exposições ou do café e restaurante. Os ambientes são amplos e há áreas para adquirir coisas lindas na loja e na galeria de fotografias. Há áreas reservadas para encontros e reuniões e também para cursos de Fotografia. 


Visitei o espaço na companhia da amiga amazonense Ângela Cativo que atua no segmento fotográfico em Manaus. Foi um prazer levá-la e pela primeira vez conhecer tantas imagens criativas. 


O edifício do Fotografiska, construído em estilo Art Nouveau, data de 1906. É considerado um espaço de interesse cultural da cidade de Estocolmo, tendo sido utilizado como oficina para atuação no controle aduaneiro de mercadorias em seus primórdios. Possui 5.500 metros quadrados. Deixo abaixo uma imagem da fachada com uma foto minha junto com Ângela Cativo. 


Para saber mais consulte o site oficial do Museu.

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário