BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FARO - PORTUGAL


Gratas experiências! Uma visita a Faro, bela cidade portuguesa e por conseguinte sua Biblioteca Pública, que funciona em um amplo e bem equipado edifício localizado nas proximidades do centro histórico. 


Cheguei a Faro de ônibus, vindo de Huelva, na Espanha. Explico visando tornar mais claro o entendimento sobre as placas de orientação que conduzem aos pontos relevantes da cidade, sejam espaços turísticos ou de serviços. Seguindo a orientação, chega-se facilmente à biblioteca, contudo existem duas entradas e não cheguei pela via de acesso à entrada mais bonita ... 



Do ponto de vista turístico, adentrar a Biblioteca a partir da antiga fachada do Matadouro de Faro creio que é muito mais interessante. O edifício está inserido em um local chamado Jardim da Alameda João de Deus, tranquilo e circundado por muitas árvores.


A partir desse ponto a apresentação da Biblioteca segue uma sequencia dos lugares por onde percorri. No tocante a distribuição dos espaços físicos, a Biblioteca Municipal de Faro dispõe de setores de audiovisual, infanto juvenil, salões de leitura geral, auditório, entre outros.

No Setor de audiovisual, por exemplo o usuário pode ter acesso a Internet, empréstimos de CDs, DVDs, bem como utilizar o ambiente para ouvir música e assistir filmes ...


São relevantes os espaços reservados para o atendimento das crianças. Sobre livros e ambientes o site da Biblioteca destaca que:
O livro infantil revela-se ao seu público permitindo que este o consulte, vezes sem conta, no Setor Infantojuvenil da Biblioteca. É possível encontrá-lo em duas zonas distintas: a Bebéteca e o Infantil temático. Este setor contém ainda um número bastante significativo de literatura infantil e juvenil, de autores portugueses e de autores estrangeiros e livros temáticos. Estes encontram-se arrumados em estantes identificadas e de fácil localização por parte de grupos de estudantes do pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclos que visitam a regularmente a Biblioteca. Além do livro os mais novos deparam-se com outros recursos disponíveis também para consulta como: revistas, material audiovisual e multimédia, internet, jogos, fundo destinado aos encarregados de educação, etc. Ainda é possível encontrar uma sala destinada a atividades lúdicas denominada Ecoteca e outra à Hora do Conto.
Os espaços são amplos e bem iluminados. As paredes pintadas de branco destacam mensagens de incentivo à leitura como na imagem a baixo, onde frase e imagem podem perfeitamente serem usadas para gerar reflexão sobre a extensão do papel de uma biblioteca pública em uma sociedade.



Visitei a Biblioteca Municipal de Faro por volta das 11:30 da manhã do dia 29 de julho de 2015. Haviam poucos usuários, contudo, sendo período de férias é compreensivo que muitos busquem outras opções de lazer, fator que leva a diminuição no número de visitantes. 



Dentre tantas bibliotecas que já visitei, essa foi uma das que mais possuía ambientes voltados para o público infanto juvenil. Nas imagens que seguem é possível observar o salão com acervo geral e outras salas voltadas para a realização de atividades lúdicas denominadas Ecoteca e Hora do Conto.




O edifício da Biblioteca Municipal de Faro possui dois pisos e é na parte superior que estão organizados os acervos para o atendimento do público adulto. 


A organização dos títulos nas estantes segue o sistema de Classificação Decimal Universal. O acesso é livre as estantes, bem como o acervo pode também ser consultado em terminais de computadores.


Deixo abaixo a missão da Biblioteca Municipal de Faro, conforme apresentado em sua página :
A Biblioteca visa satisfazer as necessidades de informação, cultura, lazer e educação da comunidade, através da promoção de hábitos de leitura e da prestação de um conjunto de serviços gratuitos, oferecidos com base na igualdade de acesso para todos.
Percebe-se que existe a busca de efetivamente se adequar as propostas do que sugere o Manifesto da UNESCO para Bibliotecas Públicas.


A Biblioteca é bonita, possui acervo relevante, conforto nas instalações e bom atendimento prestado pelos funcionários. É válido destacar que sua história, remonta o ano de 1902, contudo, passou por fases difíceis e ganhou o espaço que hoje ocupa somente em 23 de abril de 2001. Seu nome presta Homenagem ao poeta Antônio Ramos Rosa.


Foi muito bom poder conversar com os funcionários da Biblioteca em minha própria língua e ainda perceber o investimento que vem sendo realizado em Portugal voltado para o segmento das bibliotecas, sejam essas públicas e escolares. 


A Biblioteca possui uma pequena área reservada para venda de sucos, salgados e lanches. O local é isolado das áreas com acervos bibliográficos e está localizado nas proximidades da área externa, espaço que pode ser utilizado também para leitura ao ar livre.  

  
Fui muito bem recebida na Biblioteca Municipal de Faro e deixo agradecimentos à Elza Bragança, João Lança e Ana Arnedo que foram muito simpáticos e até posaram comigo em uma foto eternizando esse momento. Agradeço também a gentil senhora que me recebeu na seção infantil.



Como lembrança, doei um exemplar de meu livro infantil Leo e seus amigos, os livrinhos e espero que Ana possa utilizá-lo em uma das muitas atividades que realiza com as crianças, seja na Ecoteca ou na Hora do Conto.


A Biblioteca funciona às segundas-feiras no horário das 14 as 19:30. De terça à sextas-feiras de 09:30 as 19:30 horas. Aos sábados abre das 14 como 19:30.

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário