BANCO DO BRASIL E BORRACHALIOTECA: PARCERIA EM NOME DA LEITURA


Tarde agradável acompanhando o resultado de uma ação em prol do incentivo à leitura envolvendo funcionários do Banco do Brasil, em Belo Horizonte e Marco Túlio Damascena, idealizador da Borrachalioteca de Sabará.


Em meio à equipe de funcionários que participaram ativamente de uma gincana que envolveu a doação de mais de 1.500 livros, o gerente regional de gestão de pessoas (GEPES, do Banco do Brasil em Belo Horizonte, João Batista Gimenez Gomes, fez as honras da casa reconhecendo o empenho de sua equipe e as conquistas de Marco Túlio, bem como a importância da valorização de pessoas para os avanços de nosso país.


Os 1.500 livros arrecadados vão integrar as ações do Instituto Cultural Aníbal Machado que se expande a cada ano. Nascido em 2002 como Borrachalioteca, a ideia que se transformou em uma premiada iniciativa de incentivo à leitura gerou frutos, como a criação de três unidades, além da biblioteca na borracharia.


Com a chegada dos novos livros (todos de literatura), Marco Túlio Damascena anunciou a criação de mais uma biblioteca em  Sabará, bem como a parceria firmada comigo para a formação de um pequeno acervo que ficará disponível para empréstimo em Belo Horizonte, para os clientes e frequentadores do Brechó Macanudo, negócio recém inaugurado em parceria com minha filha Camila. 
  

O momento foi festivo, por isso aproveito o ensejo para parabenizar a toda a equipe de funcionários do Banco do Brasil pelo bonito trabalho, em especial aos participantes do Comitê de Voluntários da Gepes BH: Marden (coordenadora), Maria Bárbara, Maria Luiza, Angêlica e Simone. 

Agradeço também ao Marco Túlio pela parceria. No próximo post contarei mais sobre essa aliança.

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário