SISTEMA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS DE ESTOCOLMO - BIBLIOTECAS NA SUÉCIA


A maioria das imagens aqui contidas (em forma de montagens) fazem parte de um longo processo de pesquisa iniciado em agosto de 2012, que se estendeu por 2014 e foi intensificado no ano de 2015 quando finalizei a etapa de visitas a todas às bibliotecas que compõe o Sistema de Bibliotecas Públicas de Estocolmo


O Sistema de Bibliotecas de Estocolmo é formado por mais de 40 espaços de bibliotecas, alguns se adequam a grandes ambientes, outros estão localizados na periferia da cidade ou em grandes shoppings. 


As imagens mas parecem um quebra-cabeças. Para os meus colegas brasileiros, podem não dizer muito, contudo para os profissionais que atuam em bibliotecas de Estocolmo com certeza muitos se identificarão. É como forma de agradecimento a tantos que me ajudaram que deixo essas linhas.


A pesquisa teve o objetivo básico de observar o funcionamento dos espaços, bem como o atendimento prestado e os serviços oferecidos. Vivi muitas experiências agradáveis, também momentos de dificuldades, contudo o saldo geral foi muito positivo.


O sistema de transporte público de Estocolmo foi elemento representativo nessa busca, inclusive pelo uso do mapa das linhas de metrô que orientavam a localização das bibliotecas (veja abaixo).


Entre tantas boas coisas, tive a sorte de viver uma experiência de voluntariado em uma biblioteca da periferia de Estocolmo, a convite da Bibliotecária Michelle Mörck. Se chama Språkcafé (algo como Café Língua), serviço oferecido em várias bibliotecas e atende interessados em idiomas como: alemão, italiano, francês, espanhol, japonês, sueco. Foi muito bom poder falar Português em uma biblioteca sueca! 


Tenho muito o que contar. Realmente muito em imagens e dados observados e coletados, contudo pretendo transformar essa experiência em um texto maior e mais formal para assim, talvez contribuir na difusão do trabalho realizado em Estocolmo, no campo das bibliotecas públicas, sob o ponto de vista do olhar de uma brasileira.


Aproveito o ensejo para agradecer a todos que disponibilizaram um pouco de seu tempo e nos receberam com atenção e cortesia. Encontrei muita gente boa pelo caminho e fico feliz de ter feito com alguns, os registros desses encontros.


Meu agradecimento especial a Regina Bogestam, que não é bibliotecária de formação, contudo mais que muitos, tem a Biblioteconomia na alma e nos abriu as primeiras portas!


Por fim, dedico esse post ao meu parceiro de aventuras por bibliotecas pelo mundo. Meu querido Peter Janzon, sem você nada disso teria sido possível. Gratidão e muito amor, sempre!!!

A todos que seguem o trabalho do Caçadores de Bibliotecas, desejo FELIZ 2016!!!!!

Fotos: Soraia Magalhães e Peter Janzon
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário