PRÉDIO DE MUSEU ABANDONADO EM MANAUS


Tenho visitado cidades do Brasil e de alguns países e sempre que é possível busco não apenas conhecer bibliotecas, mas também espaços museológicos por isso disponho de amplo material coletado, contudo mais uma vez opto por registrar o descontentamento com o patrimônio histórico de minha Manaus, que amarga o descaso com seus espaços de cultura.

No domingo passado toquei sobre a questão do Museu do Porto de Manaus que está fechado há muitos anos e parece não existir um projeto efetivo voltado para restauração e retomada de suas atividades. Dessa vez, porém destaco a morosidade da Prefeitura de Manaus não apenas com o prédio da Biblioteca Pública Municipal João Bosco Pantoja Evangelista, também com o edifício onde outrora funcionou o Museu do Homem do Norte, fundado na década de 80.


Localizado na Avenida Sete de Setembro, o edifício, até o final dos anos 90 foi mantido pela Fundação Joaquim Nabuco, seu acervo tinha por fim gerar compressão sobre o modo de vida do homem na região norte do País.

Quando o edifício da Sete de Setembro foi fechado, tempos depois foi reaberto pela Prefeitura de Manaus em uma casa na rua Quintino Bocaiúva, contudo nenhuma providência havia sido tomada sobre o edifício original, que antes de ser utilizado como museu, foi sede do Corpo de Bombeiros.

O Museu do Homem do Norte foi fechado novamente em 2011, seu acervo, foi repassado ao controle do Governo do Estado e dizem estar disponível no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA), na antiga Bola da Suframa, infelizmente não fui lá para conferir.

Frequentei o Museu do Homem do Norte, no edifício da Sete de Setembro, ali também pude desenvolver minhas primeiras pesquisas sobre transportes coletivos em Manaus, o lugar era simpático e possuía uma pequena biblioteca. 


Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário