OBA - OPENBARE BIBLIOTHEEK AMSTERDAM


Embora o nome sugira não se trata de uma biblioteca open bar, mas da Biblioteca Pública de Amsterdam.



A OBA é uma rede de bibliotecas públicas composta por uma biblioteca central e 25 ramais espalhadas por Amsterdam, Diemen e Pai-Amstel.


Visitamos somente a Biblioteca Central, localizada perto da Central Station, no coração de Amsterdam.


O edifício da Centrale Bibliotheek, projetado pelo arquiteto Jo Coenen, foi inaugurado em 7 de julho de 2007.

O que mais impressiona no primeiro contato com a OBA é o gigantismo: parece mais um shopping-center do que uma biblioteca. Só que não! Aos poucos a impressão vai se desfazendo e vamos entendendo a beleza de um projeto arquitetônico que sabe ser enorme e moderno, sem ser agressivo, opressor e muito menos cafona. Os espaços são abertos, tranquilos e agradáveis. Chega a dar inveja ver o pessoal lendo ou estudando em poltronas com a espetacular vista da cidade a seus pés.


A super biblioteca, com arquitetura moderna, ocupa uma área de 28.500 metros quadrados distribuídos em 10 pavimentos, com 1.200 lugares, dos quais 600 com computadores com acesso à internet.





Também estão incluídos um auditório, uma sala de exposições, o Museu Biblioteca, o Gerard Reve Museu e 2.000 lugares de estacionamento para bicicletas, item fundamental no país das bicicletas.

Como centro de encontro e educação para a população, a biblioteca promove diversas atividades culturais visando a promoção da leitura e a transferência de conhecimento e cultura.





A biblioteca abre diariamente das 10 às 22 horas e o empréstimo e a devolução de materiais são totalmente automatizados. Além de livros, a biblioteca também tem uma coleção de DVDs e softwares.





Como em muitas bibliotecas públicas da Europa, a inscrição na OBA não é gratuita e para obter a carteirinha o usuário tem que desembolsar 24€ por ano se tiver entre 23 e 64 anos ou 14,50€/ano entre 19 e 23 anos, mas menores de 19 anos e acima de 65 anos estão isentos da taxa, com a apresentação do “cartão do cidadão” e comprovante de residência e identidade.

O acesso é livre e qualquer pessoa pode consultar os diversos acervos da biblioteca. 





A biblioteca oferece "diversão" para todas as faixas etárias. A área destinada ao público infanto-juvenil é muito bacana e dá até vontade de ficar por lá!



No último andar tem um restaurante self-service com saladas, sopas, grelhados, massas, sanduíches, pizzas e bebidas (tudo pago, claro!) com um amplo salão e um terraço onde se tem uma vista muito legal da cidade, se a temperatura e/ou a velocidade do vento permitir.



O banheiro, no subsolo do edifício, é pago (0,50€). É bem limpinho e a biblioteca incentiva os meninos a marcarem um golaço.


A bola fora é a moça que cuida do banheiro fazendo sua refeição em seu posto de trabalho, ou seja, na porta dos banheiros. Parece que a pujante civilização europeia não se apresentou ainda a essa trabalhadora.

Visitamos a Holanda em julho de 2015 e contamos um pouquinho da viagem no nosso blog Chatos pra viagem.



Fonte: http://www.oba.nl/oba/english.html

Fotos: Zé Estorniolo
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário