CAMDEN TOWN - LONDRES - BIBLIOTECA PÚBLICA



Em junho de 2014 visitei algumas bibliotecas públicas em Londres e por indicação da amiga Regina Fazioli conheci também Camden Town, irreverente bairro londrino e por conseguinte, sua biblioteca pública.


Camden Town possui uma efervescência incrível. É uma região que tem aspecto boêmio e concentra forte área comercial. Suas lojas chamam a atenção pelas fachadas criativas, bem como pelos transeuntes com seus estilos de roupas pouco comuns. Nas lojas se pode encontrar produtos que dificilmente encontraríamos a bons preços no Brasil. Outro elemento que me motivou demais a conhecer o lugar foi saber que o escritor Charles Dickens havia morado por ali...



Quanto a biblioteca, está um pouquinho afastada da área de grande movimentação comercial. Mas não muito. Se chama Camden Town Library e está instalada em um edifício que possui salas que oferecem variados serviços de cunho social. 


A Biblioteca fica no térreo. O local não é muito amplo, mas é claro e possui energia, um estilo despojado e acolhedor. Foi das bibliotecas londrinas a que mais me senti a vontade. 


Ao adentrar o espaço, em primeiro momento simplesmente observei. Depois, me dirigi ao balção de atendimento e mesmo com meu pobre inglês expliquei o objetivo da visita. Geralmente entrego o cartão do Caçadores de Bibliotecas, seguido de sua apresentação (página do blog) em um computador. Isso facilita muito as coisas. 



Fui muito bem recebida pela bibliotecária Paula Rundell que me acompanhou em uma pequena visita guiada. Mesmo com as dificuldades de comunicação ela me contou que sua filha estudava em Portugal. Sobre a Biblioteca, destacou que é muito utilizada pelos moradores da região. Na área infantil era possível constatar o carinho dos ingleses por William Shakespeare (ele estava presente em todas as bibliotecas que visitei).


Era época de Copa do Mundo (World Cup 2014) e por onde passava sempre haviam as bandeiras dos países, e claro, do Brasil, nessa Biblioteca não foi diferente, mas o que mais me chamou a atenção foi o mobiliário do espaço reservado ao público infantil, atraente, numa combinação lúdica de formas e cores. 


Dentre os serviços oferecidos, o usuário tem acesso ao uso do espaço para leitura, empréstimo de livros, jornais e revistas, bem como uso do sinal de internet (também se pode utilizar os computadores). A Biblioteca possui um bom acervo formado por CDs e DVDs, confesso que não sei ao certo se eram para empréstimo gratuito ou sob a cobrança de taxa. 


Gostei demais dessa Biblioteca, a experiência serviu como um aperitivo diante do que iria encontrar na área mais efervescente de Camden. Fiquei grata à bibliotecária Paula pela sua disponibilidade e simpatia na apresentação dos espaços e por ter concordado em fazer uma foto deste momento. Valeu!


Passados alguns meses desde que estive nesse lugar, foi muito bom retornar por meio destas linhas. Conforme já apontei, Camden foi a indicação da Bibliotecária Regina Fazioli, amiga querida, a quem dedico esse post.

Ainda tenho muito o que contar sobre o que vivi na Inglaterra e devido a uma série de fatores confesso que foi ali que senti de fato o verdadeiro sentido do que é "caçar" bibliotecas.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário