BIBLIOTECA CENTRAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO



Em uma breve passagem pela Biblioteca Central da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, optei por produzir algumas imagens no intuito de proporcionar a quem possa interessar, a oportunidade de conhecer esse espaço biblioteconômico, mesmo que por registros fotográficos.


O edifício da Biblioteca é amplo e possui bonitos ambientes. Infelizmente com o tempo curto não pude realizar nenhuma entrevista obtendo assim maiores informações ou até mesmo solicitando autorização para fazer imagens, mas creio que o mostro aqui é bem bacana e deve ser revelado.


Sobre a história da Biblioteca Central, optei por reproduzir dados extraídos de uma página da Wikipédia que trata de forma geral sobre a Universidade Federal de Pernambuco e destaca a Biblioteca Central apontando que:


Pode-se dizer que a Biblioteca Central da UFPE tem como pedra fundamental o plano de reforma da biblioteca da Faculdade de Direto do Recife apresentado, em 1949, pelo bibliotecário Edson Nery da Fonseca ao reitor Joaquim Amazonas. Em 1953, é oficialmente instituída na Universidade do Recife, sendo estabelecidas, em 1969, as linhas gerais da nova estrutura da Biblioteca Central, tendo em vista a centralização das coleções dos Institutos Básicos, sendo mantidas bibliotecas setoriais nas unidades de Ensino Profissional e de alguns órgãos suplementares. Neste mesmo ano é elaborado um programa para construção do edifício da Biblioteca Central no Campus Universitário através de convênio MEC/BID/UFPE.


Para aqueles que tiverem maior interesse  em conhecer mais da história da Biblioteca, recomendo acessar o link acima e continuar a leitura que avança por várias décadas...


Dentre as áreas visitadas, me chamou atenção o belo vitral que ilumina com cor e luz a escadas que dão acesso ao primeiro andar do edifício. 


De todos os espaços, o que mais gostei foi da área reservada para o Memorial Denis Bernardes que reúne acervo formado por discos de vinil e uma série de raridades dentre as quais mobiliários e utensílios que nos remetem ao passado por meio de mapotecas, mesas, equipamentos de prensa e outros. 


O nome do Memorial presta homenagem ao professor Denis Bernardes, que atuou nos Departamentos de Economia e Serviço Social e que tinha grande atenção com os aspectos que envolviam registro e guarda da memória institucional.  


Infelizmente não tive autorização para fazer imagens o interior do Memorial, os jovens estudantes que lá estavam não possuíam autonomia para permitir. Mas fiz fotos do lado de fora e creio que mesmo através do vidro, se pode ter uma visão de como é por dentro esse espaço.


Desde que comecei o Caçadores de Biblioteca, procuro comprovar minha passagem pelos espaços visitados e nessa experiência não foi diferente pois contei com o auxílio da amiga Daiane Rebelo que me fotografou mostrando ao fundo a fachada da Biblioteca.

Fotos: Soraia Magalhães e Daiane Rebelo
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário