MUSEU BOTERO - BOGOTÁ - COLÔMBIA


O Museu Botero, instalado em magnífico casarão colonial chama a atenção pelas obras em exposição em grande maioria de Fernando Botero, mas agrega também trabalhos de artistas consagrados como Monet, Picasso, Degas e outros.

Localizado no centro histórico de Bogotá, praticamente em frente a Biblioteca Luis Ángel Arango, constitui um dos vários espaços culturais da Colômbia, administrado pelo Banco da República, que cá entre nós, sabe empreender espaços de cultura no país. 


Consiste em um Museu de Arte que dispõe do total de 123 obras de Botero e mais 85 outros artista. Inaugurado em 2000, todo o acervo foi doado pelo próprio Botero, inclusive as obras internacionais que ele colecionava. 


Soube dessa informação em 2010 e na época, me tomei de amores por esse artista, não apenas pela beleza de sua obra, mas pela admiração a esse ato de desprendimento que tende a favorecer acesso a cultura e as artes à população em geral. 


Foi buscando informações prévias sobre espaços de cultura em Bogotá que conheci Botero e suas obras cheias de formas avantajadas. Logo senti grande desejo de admirar bem de perto suas criações.

O museu possui várias salas e um bonito jardim. A imagem que inicia este post foi feita a partir de um destes recantos. Há também uma lojinha para venda de suvenires onde se pode encontrar coisas relacionadas a Botero e outras nuances do país...


Conforme comentei em posts anteriores, na época dessa visita não escrevia para o Blog Caçadores de Bibliotecas...as minhas andanças por espaços de cultura tinham função turística/cultural. Na época, fiz poucas imagens e não me detive aos detalhes...e nas imagens que tenho em várias, estou posando ao lado das obras...


Finalizo esse post com a obra A mão que está instalada logo na entrada do Museu...Ela, parece te convidar a entrar...Na imagem, com a querida Maria Ivanilde Oliveira, companheira dessa aventura.

Um elemento relevante do Museu Botero: todos podem usufruir desse valioso acervo sem pagar nada.

Fotos Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário