JOGOS INDÍGENAS, ARCA DAS LETRAS E AS CRIANÇAS...


As imagens contidas nesse post consistem num pequeno flagrante de alegria. O encontro de duas meninas com o acervo da Biblioteca Arca das Letras. O interesse desperto pelas revistas infantis foi tão evidente que busquei captar mesmo de longe, nuances desse momento. 









A 12ª edição dos Jogos dos Povos Indígenas em Cuiabá (MT), teve início no dia 8 de novembro de 2013. O evento, agrega também, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA, o I Encontro Nacional dos Agentes de Leitura Indígena e a I Feira Nacional da Agricultura Tradicional Indígena.

O Arca das Letras é um Programa do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que desde 2003 vem atuando de forma a aplacar as dificuldades de acesso à informação de muito brasileiros que vivem no meio rural com a implantação de pequenas bibliotecas.

Fotos: Soraia Magalhães

Comentários

  1. É mágico esses momentos, quando acontecem não podemos perder. A busca do desconhecido é em todos os meios seja onde for. Magnifico, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Francisca, é mágico...tive a sorte de estar com a câmera e poder fazê-lo. Abraço!

      Excluir
  2. Fiquei impressionado com o rostinho dessas crianças ao lerem um livro. De fato são momentos tão gratificantes que enche os nossos corações de alegria! Os jogos infantis deveriam ser obrigatórios por lei, para todas as crianças do mundo. Eles podem ensinar muito e educar o futuro do nosso país. Todos, independente da raça, religião ou condição social deveriam ter oportunidades como essa.
    Andei pesquisando esses dias sobre os jogos infantis e percebi que tem muito mais coisa interessante do que as pessoas imaginam. Tanto os jogos online quanto os físicos podem acrescentar muito na vida das crianças e ensinar muitas coisas. Não são só os educativos que podem contribuir, já que cada jogo exige uma habilidade diferente e um exercício da mente.
    Compartilhei um link com vocês que fala sobre os jogos online, se vocês quiserem conferir. Acho que eles também deveriam ser acessíveis para todas as crianças do mundo, mas enquanto isso não acontece, pq não sonhar com esse futuro melhor?
    Adorei o post e melhorou meu dia. Muito obrigado.
    Abraços,
    Vicente.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CARTAZ DE BIBLIOTECA - DIREITOS DO LEITOR, POR DANIEL PENNAC

EU NÃO TENHO O HÁBITO DA LEITURA...

BIBLIOTECA PÚBLICA DE CAETÉ, MG