BIBLIOTECA DO PARLAMENTO SUECO - RIKSDAGSBIBLIOTEKET


Uma das bibliotecas mais bonitas que conheci na Suécia é especializada. A Biblioteca do Parlamento instalada no centro histórico de Estocolmo (Gamla Stan), possui acervo voltado para as áreas de Ciências Sociais e Direito. Foi fundada em 1851 sob o nome de "Os Arquivos Parlamentares".


Tem como principal missão fornecer acesso as coleções construídas e organizadas no intuito de contribuir para a tomada de decisões do Parlamento, bem como receber pesquisadores e o público em geral.


O antigo e belo edifício onde hoje está instalada, foi erguido entre 1873 à 1876 para ser a sede de um banco sueco e depois serviu para outras atividades institucionais até vir a ser a  Biblioteca do Parlamento em 1996.


O edifício foi projetado pelo arquiteto Ernst Jacobsson em três andares e a integração do ambiente é incrível. Mesmo que não tendo sido pensado inicialmente para ser uma biblioteca, o planejamento para transformá-lo em tal foi muito eficaz.


Creio que a palavra mais apropriada para definir visualmente esta biblioteca é harmonia. Na parte superior se tem uma bela visão do piso decorado em meio a distribuição de colunas, escadaria e lustres combinando com a suavidade de cores.


Na Biblioteca do Parlamento o usuário pode obter os seguintes benefícios: fazer empréstimo de livros utilizando seu cartão da biblioteca, fazer reserva de livros, solicitar auxílio dos profissionais que trabalham no local para procurar livros e outros documentos, buscar, salvar e imprimir processos judiciais, artigos de revistas e fatos em diferentes bancos de dados que são acessados ​​por meio de rede de computadores da biblioteca, utilizar o material disponível em prateleiras abertas na biblioteca, usar salas de leitura e conectar seu computador com Internet sem fios.


Em meio a toda essa funcionalidade é possível constatar o quanto é organizada e absolutamente decorada  e não é exagero afirmar que é uma Biblioteca que oferece, além de muito conforto e uma série de serviços . 


Gostei de ver em duas janelas, esculturas de pedra de livros em formato aberto, conforme estão apresentadas nas imagens abaixo.  As janelas por si, se projetam oferecendo uma visão dos edifícios que compõe a arquitetura de Estocolmo em sua área antiga. 



Outros elementos pensados para atribuir harmonia ao espaço são as encadernações de livros em tons padronizados. Repare nas coleções contidas nas estantes abaixo onde os acervos possuem mesmo tamanho e cores. 



A Biblioteca do Parlamento tem cerca de 400 mil livros, 9.000 periódicos impressos e eletrônicos e mais de 50 bases de dados em áreas como a história da suécia, política internacional, investigações governamentais, documentos da União Européia e da Organização das Nações Unidas.



Os variados recantos são também aspecto que criam um charme todo especial  e consistem em áreas reservadas para estudos. Para esse fim, há mesas para pequenos e maiores grupos. Desde 1918 está aberta a pesquisadores. 



A função do Parlamento é criar leis, bem como decidir sobre impostos e determinar o orçamento do Estado definindo a aplicação de recursos em diferentes segmentos sociais. A poucos dias, inclusive foi votada uma nova lei para as bibliotecas suecas com prioridades para crianças e jovens. Que bom, quando conhecemos sociedades que se preocupam com o a educação como base.


A Biblioteca do Parlamento é uma das poucas neste formato (no mundo) aberta ao público com boa parte do seu acervo disponíveis para empréstimo. Em vista de tudo que apresentei é possível imaginar o quanto de investimentos são revestidos para as bibliotecas neste país...


Conforme apontei no início, a Biblioteca do Parlamento Sueco é uma das mais bonitas que já conheci...e sinto o maior orgulho de ter uma foto neste lugar tão especial. 



Fotos: Peter Janzon
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

3 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário