BIBLIOTECAS VISITADAS NA SUÉCIA EM 2022

Nos últimos anos dedicados a finalização de meu estudo doutoral, pouco tempo me sobrava para escrever no Blog Caçadores de Bibliotecas, tampouco depois, em vista de tantas viagens, por isso tomei a decisão de publicar ao menos um post por mês, revelando em conjunto as últimas bibliotecas que pude conhecer ou revisitar.

Nesse sentido, apresento aqui o que pude usufruir no período entre maio e julho de 2022, quando estive na Suécia, pois foram muitas bibliotecas, as quais compartilho em imagens, com breves informações sobre os espaços, que guardo como momentos memoráveis. O post está organizado primeiramente apresentando as bibliotecas públicas e outras tipologias revisitadas em Estocolmo, depois bibliotecas públicas de outras cidades do país. 

Dentre as coisas que me orgulho desse trabalho realizado com o Caçadores de Bibliotecas, foi ter conhecido todos os espaços do Sistema de Bibliotecas Públicas de Estocolmo, na época eram 44 bibliotecas espalhadas por várias áreas da cidade. A ação foi realizada de forma lenta, ao longo dos anos de 2012, 2014, 2015, 2016. Aqui é possível ler sobre o post que faz referência a essa aventura.

Quanto ao ano de 2022 pude conhecer e revisitar os seguintes espaços:

Biblioteca Pública de Estocolmo (Stockholms Stadsbibliotek)

A principal Biblioteca Pública de Estocolmo (Stockholms Stadsbibliotek) consta em muitas listas como uma das mais lindas do mundo e efetivamente é um espaço primoroso. Nesse ano de 2022, seu salão de leitura principal, estava passando por reformas, mas é sempre um prazer poder revê-la. Já escrevi sobre essa Biblioteca duas vezes, um dos posts pode ser consultado aqui. A nova passagem pelo local em 2022, ocorreu na companhia da Bibliotecária Nathalice Cardoso, do blog Biblioteconomia Ambiental. Dessa Biblioteca Linda, eu fiz um vídeo do Reels em 2021, eu adoro esse vídeo. Veja aqui.

Biblioteca Pública de Tranströmer
Essa foi uma das primeiras Bibliotecas que conheci em Estocolmo, na época chamava-se Biblioteca de Medborgarplatsen, mas agora ela está mudada e está ainda mais linda. A Biblioteca hoje homenageia com seu nome o escritor Tomas Tranströmer, ganhador do Nobel de Literatura em 2011. Quando realizei visita ao espaço em 2012, publiquei minhas impressões aqui no Caçadores de Bibliotecas. É muito bom poder ver como era antes e como está agora. Sobre a visita atual, publiquei um pequeno  vídeo no Reels do Instagram

Biblioteca Pública de Skärholmen


Um pouco mais distante da área central da cidade de Estocolmo, está localizada a Biblioteca de Skärholmen, inserida em um shopping center, mas em posição privilegiada, com vista para a praça central. Essa é também uma Biblioteca que visitei várias vezes, está sempre com muitos utilizadores e possui incrível seleção de livros para adultos e crianças em sueco e em cerca de 30 outros idiomas. Atenção: Minha imagem no cadeirão amarelo, não era do interior da Biblioteca e sim da área da praça 😏. Se quiser ver um vídeo de outra temporada que passei nessa Biblioteca veja aqui...era inverno😊

Biblioteca Pública de Årsta

Em 2014, conheci a Biblioteca Pública de Årsta e contei sobre o espaço aqui no Blog. Nessa nova visita, pude ver as mudanças ocorridas, após as reformas internas. Em verdade acompanhei pelo instagram as informações sobre as reformas que iam sendo postadas. A Biblioteca está localizada no centro de Årsta, uma área preservada que nos leva a compreender como era o planejamento residencial naqueles anos de 1953. A biblioteca possui uma associação de amigos.

Biblioteca Pública de Vällingby
A Biblioteca Pública de Vällingby é uma das minhas favoritas em termos de beleza. Está instalada na área central de Vällingby em um edifício inaugurado em 1956. O local foi criado especificamente para funcionar como biblioteca pública e com mais de 60 anos atende com muito dinamismo a comunidade que vive na região. Postei no Instragram do Caçadores de Bibliotecas um vídeo sobre o espaço. Ficou lindo. 

Biblioteca Pública de Blackeberg
No mesmo dia em que visitei a Biblioteca Pública de Vällingby, fui também a biblioteca de Blackeberg, pois estão na mesma linha de metrô e muito próximas. O local é pequenino, mas muito agradável. Nesse dia, sabia que estaria fechada, pois consultamos os horários das bibliotecas entes de sair, mas foi um prazer ver mesmo que sendo do lado de fora. A Biblioteca se integra a praça e o centro comercial desse bairro da capital sueca, que ainda apresenta características de um tempo de nostálgico, mas que parece muito bom.
  
Casa da Cultura - Quarto para crianças Kulturhuset
Na Casa da Cultura de Estocolmo há vários espaços de Bibliotecas, como esse dedicado às crianças em idades de 0 aos 9 anos e aos adultos responsáveis pelas crianças. O lugar é todo lindo e de fato é como um quarto de criança com decoração atenta ao tamanho e aos interesses desse público. O local é relativamente restrito e foi muito bom fazer a visita com a Bibliotecária brasileira Nathalice Cardoso, do blog Biblioteconomia Ambiental. Veja mais aqui nesse vídeo que postei no Instagram.

Casa da Cultura (Kulturbiblioteket)
Essa é uma das bibliotecas mais interessentes da cidade de Estocolmo, dotada de materiais das áreas de literatura, música, cinema, arte, fotografia, arquitetura, moda, design e dança. Conforme aponta o site do Sistema de Bibliotecas Públicas de Estocolmo é uma "Biblioteca com foco em assuntos artísticos". Possui coleções de CDs de música e filmes, em DVD e mais. É também especializada em desenhos animados e literatura gráfica da Suécia desde 1996. Fui várias vezes visitar esse espaço em 2022, mas nesse dia, tive a companhia da Bibliotecária Nathalice Cardoso, por isso estava assim relaxada, posando em cima da escada de uma das estantes. Da Casa da Cultura de Estocolmo tenho esse vídeo!

Biblioteca no Metrô - Sture bibliotek
Pequenina, mas muito bem posicionada e dotada de bons materiais, essa Biblioteca está instalada em uma das estações da área central do  metrô de Estocolmo. A decoração do espaço é graciosa, parece casa de avó. O bom dessa visita foi poder tomar emprestado esse belíssimo livro de fotografias de Candida Höfer, com apresentação de Umberto Eco. Para mim, que tenho fotografado bibliotecas pelo mundo, foi inspirador. 

Biblioteca Pública de Alvik
Uma das coisas bonitas das bibliotecas na Suécia são as janelas e a busca por oferecer a melhor iluminação, observem que a Biblioteca de Alvik possue vários janelões, fator que faz com que o ambiente seja muito bem iluminado. A Biblioteca está instalada no segundo piso de um amplo edifício e oferece condições adaptadas para pessoas com mobilidade reduzida. A área infantil é bonita, mas não deu para fotografar muito, pois haviam utilizadores. Em 2015 escrevi sobre o espaço, era dia do meu aniversário na época, veja o que comentei. 
  
Biblioteca Pública de Kista
Quis muito ver como estava a Biblioteca de Kista, localizada em um subúrbio de Estocolmo, que foi eleita a “Public Library of the Year Award 2015“, escolhida entre outras cinco bibliotecas públicas, a mais inovadora daquele ano. Inclusive escrevi sobre ela, veja aqui. No dia em que visitamos a Biblioteca em 2022, era domingo e haviam muitos utilizadores distribuidos pelas várias áreas do espaço. É de fato uma Biblioteca com enorme atuação. 

Biblioteca Pública de Aspudden
A Biblioteca Pública de Aspudden foi a última, do Sistema de Bibliotecas Públicas de Estocolmo que visitei nessa temporada. Ela é pequenina, uma típica biblioteca de bairro. Está localizada bem pertinho do metrô, possui bela decoração, especialmente voltada para o público infantil. No dia haviam várias pessoas e foi difícil fazer as fotos, principalmente da área reservada para as crianças. Assim mesmo fiz um filminho, veja aqui. 
***

Além das bibliotecas públicas, foi também a oportunidade de ver outros espaços de bibliotecas, das quais a Biblioteca do Museu da Cidade em Estocolmo (Stadsmuseet)a Biblioteca do Parlamento Sueco (Riksdagsbiblioteket), vi também por fora o edifício da Biblioteca Nacional da Suécia. 

Biblioteca do Museu da Cidade em Estocolmo (Stadsmuseet i Stockholm)

Fundado em 1937, o Museu da Cidade em Estocolmo foi aberto ao público em 1942. Está instalado em um belíssimo edifício que data de 1680. Sobre a Biblioteca, consta no site do Stadsmuseet que:
"O salão do piso 1 é o local para quem quer saber mais sobre a história de Estocolmo. Você pode pesquisar por conta própria, jovem ou velho, no trabalho ou em seu tempo livre. Em nossa biblioteca de referência você encontrará livros sobre a história de Estocolmo. Você pode explorar mapas e imagens e obter ajuda para encontrar os vários arquivos da cidade. Existem vários lugares no salão e você pode se conectar ao wi-fi gratuitamente através da rede pública de Estocolmo."
O espaço do Museu passou por ampla reformulação. Na época em que visitei, em 2012, já contava com uma pequena biblioteca. Atualmente o espaço dedicado aos livros e as pesquisas é ainda mais precioso. Veja o vídeo sobre o espaço no Instagram do Caçadores de Bibliotecas.

 Biblioteca do Parlamento Sueco (Riksdagsbiblioteket)A Biblioteca do Parlamento Sueco é uma pérola bem no coração da cidade de Estocolmo. Já conheci muitas belas bibliotecas, mas essa está na minha lista, das mais bonitas que meus olhos puderam ver. Já estive no espaço 4 vezes e sempre a simpatia dos funcionários tornaram a experiência muito marcante. Em 2015 escrevi aqui no blog sobre essa Biblioteca. Também postei no Instagram do Caçadores de Bibliotecas um vídeo das mesas e uma curiosidade arquitetônica que compõe alguma das salas da Riksdagsbiblioteket.

Biblioteca Nacional da Suécia 
(KUNGLIGA BIBLIOTEKET)
Dessa vez não visitei a Biblioteca Nacional da Suécia, mas pude ver de fora o quanto é bonita e claro, recordei das duas vezes em que pude realizar visitas guiadas pelo local. Essas experiências relatei aquiaqui no Caçadores de Bibliotecas
***
Além das Bibliotecas públicas em Estocolmo também tive a oportunidade de visitar bibliotecas de algumas cidades suecas, das quais: Vaxholm , Haninge, Ekerö, Norrtälje, Lidingö, Gustavsberg, Sunne, Karstad, Torsby e um dos espaços mais desejados por mim: Mårbacka, área onde está instalada a casa onde viveu a escritora Selma Lagerlöf e claro, por conseguinte puder ver sua biblioteca.

Biblioteca Pública de Vaxholm
Vaxholm é uma pequena cidade sueca, localizada cerca de 1 hora de barco, a partir de Estocolmo. Já estive nesse espaço algumas vezes, inclusive em dezembro de 2021, quando estava fechada para obras de restauração. Dessa vez, pude usufruir do espaço e inclusive fiz um pequeno vídeo no Instagram do Caçadores de Bibliotecas apresentando um pouquinho do lugar. Na imagem e possível perceber minha alegria por ter ganhado uma carteirinha da biblioteca para minha coleção. 

Biblioteca Pública de Haninge
Haninge é uma localidade sueca que faz parte de Handen (capital). Entre as muitas bibliotecas suecas que conheci, essa possui uma arquitetura moderna das mais maravilhosas. O espaço está inserido no centro cultural (Kulturhuset). Sempre penso quando visito o lugar, que esse tipo de arquitetura seria maravilhoso para as bibliotecas públicas no Amazonas, por oferecer a possibilidade de vislumbrar por meio das paredes de vidro, a paisagem em suas diferentes nuances. Tem um pequeno vídeo no Instagram do Caçadores de Bibliotecas sobre o local. 

Biblioteca Pública de Ekerö
Ekerö é uma cidade sueca com pouco mais de 29 mil habitantes, sua Biblioteca Pública esta inserida no Ekerö Kulturhus. Com amplos e belos espaços, possui ambiente muito agradável. Como em quase todas as bibliotecas públicas suecas, a atenção as minorias linguisticas estava em evidência, inclusive encontrei um livro em português com o nome do meu neto Martim. Postei no Instagram do Caçadores de Bibliotecas um vídeo que demonstra a beleza desse espaço, confira aqui.

Biblioteca Pública de Norrtälje
Norrtälje é uma bonita e pequena cidade localizada cerca de 68 quilômetros de Estocolmo, que possui população com cerca de 17 000 habitantes. Sua Biblioteca Pública está inserida junto a área comercial da cidade, muito próxima as estações de transportes públicos. Já estive ai várias vezes e tenho a alegria de ter a carteirinha dessa Biblioteca 😊. Estou devendo um vídeo sobre esse lugar, vou fazer!!!

Biblioteca Pública de Lidingö
Foi a segunda vez que estive em  Lidingö para visitar a Biblioteca Pública. Na primeira vez havia conhecido outro espaço, no momento atual pude conhecer as instalações belíssimas inseridas na Casa da Cultura da cidade. O município, possui cerca de 30 mil habitantes. Nessa experiência foi uma alegria ganhar mais uma carteirinha de biblioteca para minha coleção. 

Biblioteca Pública de Gustavsberg
Também foi a segunda vez que visitei a Biblioteca Pública de Gustavsberg, pequena cidade sueca com pouco mais de 23 000 habitantes. A cidade está a apenas 20 km de Estocolmo e eu confesso que quis voltar por dois motivos, primeiro por que acho adorável o edifício e o segundo por que sentia carinho pelo fato do perfil varmdobibblan me seguir no Instagram. A Biblioteca é um sonho. Ahh, aí também ganhei uma carteirinha da Biblioteca para a minha coleção. 

Biblioteca Pública de Sunne
Desde que comecei a ler os livros da escritora Selma Lagerlöf em 2014, sentia muita vontade de conhecer a região onde nasceu e viveu a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 1909. Seus livros são encantadores e tenho lido tudo que foi traduzido para o Português ou Espanhol. 

A cada livro lido, sentia ainda mais curiosidade sobre a autora, e foi por esse motivo que meu querido Peter Janzon, me levou para conhecer a região, que havia inspirado suas criações. Essa é a Biblioteca Pública de Sunne, a localidade vive muito da memória e das obras da escritora. Creio que em vista da minha limitação linguistica, não houve boa comunicação com o pessoal da biblioteca, fator que me deu um pouco de pena, pois havíamos feito um esforço grande para chegar até ai. Apresentei um vídeo sobre o espaço no Reels

Biblioteca Pública de Torsby
Tive a oportunidade de viajar de trem por meio da linha Fryksdalsbanan, uma linha que permite apreciar vistas maravilhosas, que permite chegar a Sunne, região em que viveu Selma Lagerlöf e que também tem relação com outra importante escritora sueca, Astrid Lindgren, que contribuiu com a continuidade da Fryksdalsbanan em 1981, quando foi ameaçado de desativação. 

Essa viagem foi meu presente de aniversário de 55 anos. Foi por isso que Peter e eu decidimos aproveitar e chegar ao final da linha de trem no município de Torsby, que tem uma bela Biblioteca Pública. O interessante foi que diferente da maioria das cidades suecas, a Biblioteca não estava na região central da cidade e sim, próximo a área escolar. Foi um prazer conhecer mais uma biblioteca com uma estrutura física maravilhosa. Foi relevante também observar como a direção do espaço desenvolve formas de ganhar algum dinheiro para as pequenas demandas da Biblioteca. 

Biblioteca Pública de Deje
A experiência de uma viagem pela zona rural da Suécia, me permitiu conhecer a Biblioteca de Deje, essa localidade está distante cerca de uma hora de Sunne e quis ver como era uma Biblioteca nessa área mais isolada e com menor população. Claro que havia uma biblioteca, mas naquele momento estava fechada por conta do período de férias.

Coincidentemente, na hora em que chegavamos ao espaço, uma senhora com seus filhos saiam do interior da Biblioteca e nos permitiu adentrar, não a parte onde estavam os livros, mas numa especie de antesala. Foi muito bom conhecer como ocorre essa relação de confiança entre a população que utiliza os serviços da biblioteca. As pessoas da cidade, possuem uma senha para acessar o espaço e buscar os livros que necessitam. Fiquei encanta com essa solução e com o grau de respeito e confiança.

Biblioteca Pública de Karlstad
Foi uma grande oportunidade conhecer a Biblioteca Pública de Karlstad. Considerada a maior cidade da província de Värmland, Karlstad concentra cerca de 65.000 mil habitantes, sendo uma bela cidade que possui atmosfera cultural pulsante com museus e Centro Cultural, onde inclusive está inserida a Biblioteca Pública. O lugar reservado a Biblioteca é enorme e fiquei impressionada com o investimento na decoraçao e no mobiliário. Fiz um Reels sobre o espaço

Mårbacka e a Biblioteca de Selma Lagerlöf
Deixei o comentário sobre Mårbacka para o final, pois foi em vista do desejo por conhecer a região em que nasceu e inspirou Selma Lagerlöf, que quis realizar essa viagem, que me favoreu conhecer outras cidades e bibliotecas. 

Mårbacka e todo o espaço ao seu redor são maravilhosos, um lugar para passar muitas horas. A visita guiada a casa de Selma foi excelente, bem como poder ver onde era o espaço em que a autora podia se dedicar a sua escrita, foi de fato um grande presente para mim, que tenho predileção pelas suas obras. 

Na montagem dessa imagem sobre Mårbacka, reservei também outros espaços que emergem sobre o nome de Selma e que tive a oportunidade de conhecer, dos quais o Rottneros Park, onde está a mansão que serviu de inspiração para Ekeby, na obra de "A saga de Gösta Berling", uma das minhas favoritas. Postei também essa escada em Sunne, com vários livros da escritora presentes.

***

Poderia colocar mais coisas vistas na Suécia, nesse período relacionados aos livros e as bibliotecas, mas esse post já ficou muito grande. Apenas aproveito o momento para agradecer a meu querido Peter Janzon, por todo seu esforço em me proporcionar tão lindos dias, nessas viagens em busca de bibliotecas e culturas. 

Fotos: Soraia Magalhães e Peter Janzon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTAZ DE BIBLIOTECA - DIREITOS DO LEITOR, POR DANIEL PENNAC

Salamanca, algumas bibliotecas em 2021

EU NÃO TENHO O HÁBITO DA LEITURA...