CAETÉ (MG) : BIBLIOTECA PÚBLICA...


Caeté é uma cidade mineira, localizada cerca de 59 km de Belo Horizonte. Possui centro histórico alardeado por igrejas, casarões e praças. A cidade se desenvolveu em função do ciclo do ouro, em meados do século XVII.


No miolo que concentra as principais atrações da cidade se destaca a Igreja da Matriz (Igreja de Nossa Senhora do Bom Sucesso), que detém muito da história da fundação da cidade.

Caeté em seus primeiros tempos atraiu muitos aventureiros que buscavam encontrar ouro, prata e pedras preciosas nas terras das Minas Gerais. 

Quanto a mim, o que me levou à cidade foi a busca por conhecer mais uma biblioteca pública. A visita ocorreu no dia 2 de janeiro de 2015, após viagem super cansativa em um ônibus de linha interestadual, com duração de uma hora e quinze minutos. O retorno foi ainda pior, uma hora e quarenta. 

A chegada em Caeté e a descida na lateral da catedral, bem como a visão da praça causam boa receptividade, bem como o fato de saber que uma antiga edificação estava aberta funcionando como setor de informação turística, era o que precisava para buscar o prédio da biblioteca pública de Caeté, contudo, grande desilusão, a biblioteca estava fechada, bem como os museus, já que era ponto facultativo e os espaços funcionam apenas em dias úteis e em horário comercial. 


Conforme indicou a simpática jovem da informação turística a biblioteca está instalada em um dos andares do edifício onde outrora funcionou o cinema da cidade (ver imagem abaixo). O problema é que não existe nenhuma indicação da existência de uma biblioteca no local.  


Como não tive acesso à área interna, busquei informações adicionais sobre a biblioteca e encontrei o seguinte texto (sem data) no site vcnanet em que diz que a biblioteca pede socorro: 
...É grande o número de livros em caixas de papelão, por não haver espaço para os mesmos, as paredes estão cobertas de mofo, o local destinado à cozinha teve que ser desativado por causa de uma infiltração, o prédio não tem nem mesmo um extintor de incêndio, sendo que algumas das divisões são de madeira, os livros são antigos e em caso de incêndio seria muito fácil a destruição dos livros.
A acessibilidade para o local é muito difícil, sendo que para o deficiente físico se torna impossível, por haver uma escada e o elevador não estar funcionando. Tanto para quem procura a biblioteca quanto para quem está trabalhando, as condições são péssimas, o prédio não tem segurança, sendo que as pessoas entram e saem do mesmo sem sequer uma identificação na portaria, colocando os funcionários em risco.
Existe ainda um buraco no telhado que quando chove entra bastante água, agravando o problema do local. É muito triste ver não só a nossa história sendo tratada desta maneira, mas também várias outras historias, registradas nestes livros, que deveriam ser preservadas para as gerações futuras.
A biblioteca já dispôs de edifício próprio. Um antigo casarão localizado na praça Dr. João Pinheiro, interditado pelo Corpo de Bombeiros desde 2003 (foto abaixo). A situação de abandono se estende a outros edifícios e ao que parece o patrimônio histórico e arquitetônico de Caeté não vem sendo levado a sério. 


Encerro alertando ao poder público que espaço de biblioteca pública deve ser acessível e se possível aberto em dias em que todos podem dispor de tempo para utilizar os serviços. Os serviços devem ir além do empréstimo de livros...

Se chama Biblioteca Pública Municipal “Dr. Hezick Muzzi", a Biblioteca Pública Municipal de Caeté, sem placa de identificação foi mais difícil localizar esse dado. 

Fotos: Peter Janzon
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário