MINIBIBLIOTECAS DA EMBRAPA

Você conhece o projeto Minibliotecas da Embrapa? Pois saiba que consiste em uma ideia nascida em 2003 com o nome de Minibibliotecas do Semi-Árido.  


Hoje, a proposta é mais ampla e tem por objetivo promover o acesso a informação a um número cada dia maior de moradores das zonas rurais do Brasil.


As Minibibliotecas possuem publicações formadas por livros, cartilhas, CDs e DVDs que abordam tecnologias de fácil aplicação e de baixo custo que podem promover a melhoria de práticas agrícolas e da qualidade de vida no campo.


As pequenas bibliotecas são formadas por meio de um kits composto por uma estante em aramado e acervos contendo livros técnicos para os públicos adulto e infantil. Durante a entrega dos materiais nas comunidades são realizadas atividades de capacitação para orientar sobre o uso das publicações. 


A semelhança dessa proposta com o Programa de Bibliotecas Rurais Arca das Letras, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, gerou uma aproximação e possível parceria haja vista que o objetivo comum de ambos é oferecer mecanismos que possibilitem as milhares de famílias que vivem no campo melhorias em suas condições de vida.


A imagem acima, foi realizada ontem (19/08/2013), durante reunião com Selma Lúcia Lira Beltrão, gerente interina da Embrapa e Maria Dione de Souza Ferreira, Coordenadora-Geral de Ação Cultural do Programa Arca das Letras. Muito bom estar presente também, nessa que teve por fim pensar propostas que possam contribuir para o desenvolvimento do meio rural do nosso país.
Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

3 comentários

Clique aqui para comentários
Anônimo
admin
22 de agosto de 2013 05:29 ×

Parabéns! Maravilhosa proposta! esse alimento de conhecimento é muito bem vindo para o homem do campo...Sonia Lima

Responder
avatar
Cassia Duran
admin
20 de novembro de 2013 11:04 ×

Parabéns, pela iniciativa. APAIXONANTE! Junto-me a voces para levar conhecimentos por esse Brasil todo.

Responder
avatar
20 de novembro de 2013 12:26 ×

Quanto mais apaixonados por esse tipo de proposta, mais o nosso Brasil avança. Obrigada Cássia e Sônia Lima!

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário