TER AMIGOS É BOM DEMAIS...OBRIGADA ROSELENA SANDOVAL POR SEU CARINHO!

Jantar mexicano com Veronica Muñoz, Roselena Sandoval, Ivanilde Oliveira e Soraia Magalhães

Cidade do México, outubro de 2010...Um encontro dos mais agradáveis, regado a boas risadas, boa comida, vinho, músicas de Chico Buarque e a alegria de poder dizer: tenho mais uma amiga, uma amiga mexicana!

Uma amizade nascida por meios virtuais e que enternece meu coração por resistir a distância e o passar do tempo .

Costumo fazer alusão a manutenção de  amizades com a arte de "rodar pratos", assim como fazem os malabaristas de circo, quando um prato está quase caindo é preciso correr e fazê-lo girar. Em tempos de falta de tempo, precisamos encontrar meios para dar atenção, palavras e carinhos à aqueles que nos são caros.

Minha querida Roselena Sandoval tem feito isso muito bem e eu que tenho sido relapsa tantas vezes, mas dessa vez, quero retribuir um pouquinho do que dela sempre tenho recebido. 

...É que a alguns dias soube da chegada em Manaus de uma correspondência vinda da Cidade do México. Como não estou morando em Manaus, minha sobrinha enviou por imagens informações sobre o conteúdo.

Confesso que as imagens me tocaram fundo, pois vi naquele gesto tanta ternura e....lembrei da frase de um dos livros mais queridos "foi o tempo que dedicastes a tua rosa que a fez tão importante"...pude imaginar minha amiga confeccionando esse material com cuidado para alegrar meu coração.



Rose, criou um bonito painel destacando momentos especiais da minha trajetória nos últimos meses e com toda sensibilidade gerou surpresa destacando o ABRE BIBLIOTECA, Lia sempre Lia e até o carnaval...Obrigada amiga, obrigada, abrigada!!!

Gostaria que soubesse que o seu gesto estreitou ainda mais os laços que já haviam entre nós e me fez pensar no quanto é bom demonstrar o que sentimos...desde o dia em que soube de sua correspondência passei a também enviar carinhos por cartas para pessoas queridas...a sua vai chegar!

Deixo para você a letra de uma música que gosto muito e que tem tudo haver com essa nossa trajetória.

Canção da América (Milton Nascimento)
Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir
Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração
Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

Como sei que você gosta de música brasileira, talvez até já conheça Canção da América...por isso, ao ouvi-la, peço que se lembre de tão bom momento que vivemos em seu país. Obrigada pelos livros, obrigada por ser tão gente BOA.

...E assim como diz a letra da música "Qualquer dia amiga (Rose)...a gente vai se encontrar..."

Grande, forte e carinhoso ABRAÇO!

Para saber mais sobre minha passagem pela Cidade do México, acesse:

Cidade do México: Patrimônio Cultural da Humanidade

Museu Frida Khalo: Casa Azul

Museu Nacional de Antropologia do México

UNAM - Universidade Nacional Autônoma do México

Museu Soumaya

Teotihuacan - Patrimônio da Humanidade

Biblioteca Pública de Coyocán


A citação sobre a Rosa é do livro O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário