MEIN MORGENSTERN (II)

Em meio a um mundo de informações produzidas e postadas na Internet estamos sempre nos surpreendendo e o texto que aponto agora realmente me surpreendeu, talvez por ter sido escrito a tanto tempo por minha menina. Um texto que retrata um tempo nosso...Camila Magalhães escreve desde pequenininha e sempre expressando impressões e sentimentos. Tenho muitos de seus registros guardados...mas entre tantos...esse me levou às lágrimas. Mãe e filha e seus toques de geração. Uma mãe e sua filha...de mãos dadas...


.................

MEIN MONGENSTERN (II)
por Camila Magalhães

Eu sempre soube que ela gosta de sofrer.
Gene dominante, quase externo, por isso somos ela e eu.
E damos as mãos.
As dela são tão macias de displicente cuidado. Ela não usa cremes caros, quase não trata as unhas nem as colore com esmaltes chamativos, limitando-as a tons sempre parecidíssimos de cintilante mediano e branco. Mãos de quarenta e um anos.
As minhas não são bonitas.
Mastigo as bordas das minhas carnes, tirando as cutículas e sangue, e por conveniência ou ansiedade, quase nunca uso esmaltes pra não ter que me enfeitar.
A destra sempre segura meus apoios e é a que mais se arrisca a cheiros fortes de tabaco e vida. A canhota é limpa e não me serve.

A minha mãe não deveria afagar-me, nem beijar minhas maçãs; Não me sinto digna das suas insônias nem de sua ternura mais enrugada e macia que as minhas mãos estúpidas, de dedos tortos.
(Mas ela gosta de sofrer...)

Os meus olhos estão vermelhos de cansaço e esperança, porque são duas da manhã e eu ainda penso inutilidades calejadas enquanto ela dorme ali tranquila porque eu já cheguei da rua e agora está tudo muito bem.

Texto extraído do Blog Observância publicado em dezembro de 2008.

............

Filha querida, você completa 23 anos e essa foi a forma que encontrei para registrar mais uma vez o quanto te amo. Desejo que sua vida seja doce e produtiva. Ahhh, tem uma coisa que não concordo nesse texto...a descrição de suas mãos. Elas são lindas. 


Feliz Aniversário!

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

4 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário