COMO ESTÁ O ACERVO DE LITERATURA DA BIBLIOTECA PÚBLICA DO AMAZONAS?


Um aspecto que chama a atenção na Biblioteca Pública do Amazonas, especialmente para quem tem formação em biblioteconomia é a questão do acervo. Ao que parece, poucos investimentos ocorreram no sentido de dotar com bons títulos a Biblioteca, durante os longos anos em que permaneceu fechada.

Em visita realizada no dia 18 de fevereiro de 2013 conversei com três jovens que buscavam títulos na área de literatura nacional e internacional. Eram elas: Hillary Sharon, Pamela Shayene e Karolaine Macêdo.

Hillary, apaixonada pelos clássicos da literatura, buscava o livro Razão e Sensibilidade de Jane Austen, contudo não havia no acervo. Perguntei se ela já havia lido O morro dos ventos uivantes de Emilie Bronte e como ela se interessou, fomos a procura. 

Percebemos que era difícil localizar livros no acervo por dois motivos: não constam de forma informatizada e por que alguns títulos não fazem parte do acervo. Na busca, até mesmo os profissionais com formação em biblioteconomia tem dificuldade de encontrar os materiais existentes. 

Apenas como forma de contribuição sugiro aos colegas bibliotecários que foram selecionados no concurso da Secretaria de Cultura do Amazonas - SEC,  que orientam ou indiquem a quem coordena e decide as políticas de cultura, o tema "Formação e desenvolvimento de coleções" tendo em vista que a biblioteca apresenta um acervo defasado e com livros em condições inclusive de descarte.

Formação e desenvolvimento de coleções consiste em política adotada para administrar o crescimento racional do acervo objetivando criar prioridades e critérios que envolvem aquisição, seleção, desbastamento e descarte.

É válido lembrar o que dizia Ranganathan: Uma biblioteca é um organismo em crescimento! E para atrair a atenção do público é preciso investir. 

Fiquei contente por conhecer as meninas que ilustram esse post. Elas saíram de lá com livros que eu havia indicado e espero que tenham gostado...

P.S 1 Essa foi a única foto que sobrou desse dia, todas as demais foram embora junto com o meu computador que foi roubado...

P.S 2 Escrevi esse texto em fevereiro de 2013, quem sabe já tenham começado um trabalho de reformulação do acervo, em especial o de literatura. 

Foto: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
14 de maio de 2013 22:08 ×

Desde lá,já houveram algumas melhorias, não sei se pelo fato de eu já conhecer melhor o local e poder encontrar mais facilmente os livros que procuro,porém ainda faltam muita coisa:a maioria dos livros,como você mencionou estão em condições de descartes e isso é um tormento para vários leitores,imagina folhear um livro e ele praticamente se despedaçar,é muito triste.

Ps: Amei conhecer você Soraia,obrigada pelas indicações e mais uma vez desculpas :*

Responder
avatar
14 de maio de 2013 22:14 ×

Você é uma leitora em potencial Hallay, também gostei muito de tê-la conhecido. Vamos torcer para que as coisas melhorem cada vez mais em nossa Biblioteca Pública!

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário