NOBEL DE LITERATURA 2016


Bob Dylan, cantor e compositor americano é o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2016. Grande surpresa, tendo em vista não ser um escritor de livros convencionais e sim um artista que produziu textos carregados de poesia e conforme justificado pela própria Academia, suas criações podem ser ouvidas por meio de suas músicas. 

O anúncio ocorreu nesta quinta-feira (dia 13) e como sempre, envolto em um clima de especulação, surpresa e para muitos, admiração. 

Há uma tradição que ocorre na sede do Prêmio Nobel em Estocolmo que consiste em esperar o pontual horário da abertura das portas, as 13 horas, por onde sai o Secretário ou Secretária-Geral da Academia Sueca, neste caso a Secretária Sara Danius, que pelo segundo ano consecutivo apresentou o nome do ganhador. 



A divulgação é transmitida por televisão e os momentos que antecedem o grande momento, ocorrem com comentários de especialistas, dentre os quais mediado por uma jornalista, uma bibliotecária, um editor e uma profissional da área de literatura. Todos apresentam seus pontos de vista e palpites sobre possíveis ganhadores.

Ressalto esse aspecto por valorizar o fato de terem ali uma profissional da área biblioteconômica.

Na imagem abaixo, um jornal perguntava à várias personalidades quem seriam seus indicados ao prêmio de literatura...eu aproveitei ao final desse post e também fiz a minha indicação!


Hoje, dia 14, visitei 3 bibliotecas públicas de Estocolmo, pois buscava verificar o que poderia estar disponível em termos das obras de Bob Dylan. Fotografei o que vi.

  
É a segunda vez que assisto pela televisão a divulgação do ganhador do prêmio Nobel de Literatura em Estocolmo, gosto de observar o quanto os suecos se motivam e se preparam para o momento e como seguem em busca das obras dos vencedores seja nas bibliotecas ou livrarias. Esse ano porém, deve ter sido diferente?

Do que mais gostei sobre essa conquista que atingiu a música popular foi a possibilidade que abre para a compreensão da literatura e das outras formas de expressão além do que já está consolidado. 

E pensei em meu pai que era músico, guitarrista e compositor! Ele teria gostado de saber desse feito em prol de Bob Dylan!

Creio que a Academia Sueca deveria conhecer a obra de Chico Buarque de Holanda, músico e escritor, dramaturgo, um dos maiores artistas que o Brasil tem a honra de possuir. Suas letras...caramba, abarcam temos como política, amor, questões sociais e ativismo.


---------------------------------


Relendo o que escrevi sobre a indicação de Bob Dylan em 14 de outubro de 2016, passados quase um mês da divulgação, deixo expresso repúdio ao seu comportamento arrogante e egoista. Hoje, dia 16 de novembro de 2016, os jornais suecos divulgaram o comunicado de que Dylan não virá para a cerimônia de premiação por falta de tempo em sua agenda. Perdeu todo o meu respeito! Espero que mais pessoas passem a vê-lo como um sujeito desrespeitoso, deselegante, ingrato. É assim que agora o vejo.

A vontade que tenho é retirar todas as imagens, mas deixo para que outros vejam a homenagem prestada e que assim possam tirar as conclusões sobre o comportamento pouco sensível desse artista.


Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário