ARCA DAS LETRAS - MUNICÍPIO DE CAIUÁ - SP - ASSENTAMENTO SANTA ANGELINA


Foi a primeira vez que vi uma biblioteca comunitária que nasceu por meio da ação do Programa Arca das Letras. A oportunidade surgiu em decorrência de nossa participação na  37ª Exposição Agropecuária e Industrial de Presidente Venceslau (Faive), onde estávamos apresentando informações e palestras sobre o Programa Arca das Letras. 


Tomamos conhecimento da existência da biblioteca de Dona Natalina, por meio da assistente social Eliana Ribeiro Faustino que tem contribuído em prol do Programa em suas andanças nas zonas rurais em sua atuação junto a Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo - ITESP.

....Tínhamos apenas o intervalo do almoço para realizarmos a visita e em menos de vinte minutos, Eliana nos levou ao assentamento Santa Angelina e valeu muitíssimo a pena!


Quando lá chegamos, uma surpresa. Nos deparamos com essa pequena casa colorida e cheia de livros com um móvel arca no meio da sala. Logo na chegada, fomos recebidos por Dona Natalina e sua filha Jaqueline que nos apresentaram o local, falaram das ações que vem realizando, inclusive mostrando fotos e nos permitiram fotografar o ambiente,  que é alegre e bem cuidado.


A decoração do espaço foi feita por Jaqueline que pintou as paredes, criou novas estantes e aos poucos o local foi recebendo mais e mais livros doados por pessoas da vizinhança. Nessa ampliação, foram crescendo também as buscas de livros para empréstimos. 


Qual o diferencial desse trabalho? além da dedicação voluntária das agentes de leitura, a casa onde outrora vivia a família de dona Natalina, foi todinha transformada em biblioteca e o espaço chama a atenção dos moradores e até de curiosos sobre o local. Dona Natalina está construindo uma bonita casa no mesmo terreno e teve a generosa ideia de preservar esta para fazer a biblioteca da comunidade. 


Entre tantas coisas boas que obtivemos com essa visita, foi também podermos realizar um trabalho de monitoramento das ações do Programa Arca das Letras, onde por meio de um formulário próprio, e com base nas informações colhidas será possível avaliar as atividades realizadas, número de empréstimos de livros e outros. 


A imagem acima nos possibilita observar o sistema de classificação utilizado no Programa Arca das Letras, onde as bolinhas coladas nas lombadas dos livros identificam os livros de literatura. O acervo cresceu e percebemos que havia a necessidade de enviar mais material para auxiliar nesse serviço técnico de identificação.


Nossa visita não foi demorada, haviam outros compromissos, contudo saímos satisfeitas dessa experiência que nos propiciou conhecermos uma biblioteca comunitária criada a partir de uma ação do Programa Arca das Letras e também Dona Natalina e sua filha Jaqueline que além de serem duas simpatias, realizam o trabalho com a maior dedicação e já foram alvo inclusive de duas reportagens na rede Globo local.

Fotos: Soraia Magalhães/Elaine
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário