CASA VOGUE APONTA CASAS INCRÍVEIS PARA AMANTES DE LIVROS

Tenho uma porção de assuntos que não pude tratar nos últimos oito meses por causa do Movimento ABRE BIBLIOTECA, mas agora em vista da promessa do Governador Omar Aziz, sobre a reabertura em janeiro de 2013, penso que posso voltar a me dedicar ao Caçadores de Bibliotecas, tratando de outras bibliotecas e espaços relacionados ao tema.  

Há alguns dias vi e li essa matéria publicada no site da VOGUE e de tão encantada optei por compartilhar com pessoas que como eu amam BIBLIOTECAS (peço autorização aos editores da Vogue).  Desejo que essas imagens e informações possam inspirar a criação de bibliotecas particulares tão lindas. Claro que sei que essas são caríssimas, mas podemos tomar como modelos e adequá-las as nossas realidades. 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Por casavogue.globo.com

Todos têm uma casa dos sonhos. Para alguns é imprescindível a existência de uma piscina, para outros de um grande closet, e ainda há aqueles que queiram uma cozinha equipada e integrada com o living para viver bem. Mas e os estudiosos, os acadêmicos, os ratos de biblioteca? Como seriam as casas ideias deles? A pergunta pode surtir diversas respostas, mas todas elas terão um ponto em comum: um excelente espaço para armazenar os livros. Selecionamos abaixo 10 incríveis projetos residenciais para inspirar os amantes da literatura. Neles, as estantes estão sempre em destaque, chegando às vezes a ocupar a maior parte do espaço. Confira essas verdadeiras casas de nerds!



Estantes por toda parte

A Nobis Haus, em Munique, na Alemanha, é uma construção feita basicamente em madeira e vidro. Com um formato bastante simples, nas extremidades menores encontram-se paredões de vidro, que mantém a residência plenamente iluminada. Ao longo das paredes longitudinais, estantes. O ambiente é perfeito para a leitura: espaço para livros é o que não falta; a vista é agradável e calma; e há boa iluminação por grande parte do dia.

________________________________________________________



Três andares de livros

Em Roterdam, na Holanda, este “loft vertical” se desenvolve literalmente em volta da estante. Nada discreta, ela ocupa a maior parte da residência, tomando uma área grande da parede, do térreo ao segundo andar. No espaço da cozinha, a mesma estante se torna um armário fechado para guardar as louças e os utensílios. Mas o "móvel" homérico não carrega apenas livros, e sim o próprio peso da casa – ou parte dele -, substituindo uma das paredes estruturais da construção original. O projeto é do escritório holandês Shift.

___________________________________________________________




Bagunça nerd organizada


Este ambiente que traz à mente a típica confusão organizada dos lofts nova-iorquinos, na verdade é fruto das mãos da arquiteta italiana Benedetta Tagliabue, que ali habita. A casa, que fica em Barcelona, sofreu uma série de reformas e reparos até chegar à sua forma atual. A construção é originária do século 18. Entre os vários cômodos, se destaca o escritório da arquiteta, onde as estantes e os livros a cercam por todos os lados.

__________________________________________________________



Industrial e cultural

Instalada em território brasileiro, na cidade de São Paulo, esta casa com forte apelo industrial foi desenvolvida pelo escritório Gruposp. Dentre seus muitos atributos, fica claro na foto que há uma grande estante que ocupa toda uma das paredes longitudinais da morada. Ao todo, estão armazenados ali mais de sete mil livros. A estante abrange dois dos três andares da casa. As outras paredes têm acabamento de concreto, exceto pela fachada dos fundos, completamente aberta visualmente para o jardim, com suas muitas esquadrias.

__________________________________________________________




Home office do cientista

Esta biblioteca suspensa faz parte da residência de Wade Davis, um renomado antropólogo e etnólogo canadense. Seu trabalho junto à National Geographic Society exige que ele disponha de um espaço onde se dedicar aos estudos e leituras. Assim foi criado o ambiente representado na foto, pelos profissionais do Travis Price Architects. Abaixo, o escritório e, acima da laje do andar, uma biblioteca circular acessada por uma escada simples. Enquanto o arquiteto considera a obra uma homenagem ao Oráculo de Delfos, o antropólogo a apelidou de “Navajo Kiva do conhecimento”, ou seja, “a sala de devoção ao conhecimento”.

_____________________________________________________




Escalada do saber



Com dupla função, esta biblioteca é também a escada que leva os moradores do loft onde está instalada ao seu dormitório, no mezanino. O projeto do escritório Levitate Architects envolveu a criação tanto da escadaria, quanto do mezanino. A privacidade do dormitório é garantida, uma vez que esta livraria vertical é secreta, permanecendo atrás de uma porta. Os pisos da escada, ou os patamares da estante, são feitos de carvalho inglês e a iluminação é zenital, ou seja, vinda de cima. De peculiar, a escolha de esconder uma obra tão interessante.

_______________________________________________________________




Leitura e isolamento



Eis uma biblioteca que comporta 5.200 volumes. Neste espaço há pouco para se ver que não os livros: a estrutura metálica da passarela e das escadas, uma poltrona neutra e confortável, uma pequena mesa de apoio para uma bebida ou um petisco e a vista. Trata-se de um verdadeiro espaço de leitura e contemplação desenvolvido pela firma de arquitetura suíça Ilai. O contraste entre o tom escuro das estantes, o branco da circulação e a madeira do piso tornam o espaço intimista e agradável, ainda que moderno.

____________________________________________________________




100 nichos do piso ao teto



Em Estocolmo, na Suécia, este amplo apartamento foi criado no topo de um prédio, onde antes havia um grande estúdio. Sem dúvida, os dois elementos que mais chamam a atenção são a estante, com 100 nichos, e as aberturas na cobertura. O móvel que ocupa a totalidade da parede não existia anteriormente, sendo construído para servir de divisória de ambientes. Além de livros, os pequenos espaços quadrados guardam objetos significativos dos moradores, tornando a estante um grande organizador.

__________________________________________________________



Uma casa para 16 mil livros

Às vezes os arquitetos se deparam com uma tarefa complicada. No caso de Gianni Botsford, foi construir uma casa para seu pai, escritor, que comportasse seus mais de 16 mil livros. A solução foi desenhar uma enorme biblioteca que também tem a função, secundária, de ser um lar. O projeto, todo em madeira, é simples e bonito, com diagonais emocionantes. O espaço capturado na foto carrega apenas parte da coleção.

____________________________________________________________




Nada além de nichos


E que tal uma casa inteiramente feita com nichos? É o caso da Shelf-Pod house, desenhada pelo escritório Kazuya Morita Architecture Studio. O projeto foi concebido para atender as necessidades do cliente, que possuía um extenso acervo literário, em sua maioria sobre história islâmica – temática que foi incorporada à decoração. As estantes foram feitas sob medida, entregues em partes e montadas no local. Não há um só elemento que não seja constituído por nichos, das escadas às paredes.


Informação extraída de: http://casavogue.globo.com/Interiores/noticia/2012/12/10-casas-ideais-para-amantes-de-livros.html
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário