BIBLIOTECA PÚBLICA METROPOLITANA DE SEUL - COREIA DO SUL


Vocês irão perceber que ao longo desse post há uma imagem que se repete. Exatamente essa que traz belíssima escada com estantes enormes no interior de uma biblioteca, que chamou a atenção nas redes sociais, postada pelo Bibliotecário Tiago Murakami. A imagem foi colocada para chamar atenção para um dos bonitos espaços da  Biblioteca Pública Metropolitana de Seul, na Coreia do Sul. Agradeço imensamente ao Tiago (que entrou para o time de Caçadores de Bibliotecas), gentilmente disponibilizando seu tempo e nos proporcionando conhecer dados desse lugar, partir da captação de suas imagens e impressões. 

......

Por Tiago Murakami

A Biblioteca Pública Metropolitana de Seul está localizada em frente a Seul Plaza e ocupa hoje o espaço da antiga prefeitura, instalada em moderna construção atrás da Biblioteca.


Tive a oportunidade de fazer uma visita bastante rápida, mas acho que vale a pena compartilhar algumas impressões:


Começamos a nossa visita pelo Sky Yard, ou o terraço, um lindo jardim em cima da biblioteca e com vista para a praça e para o palácio.


Logo abaixo, a biblioteca tem um lindo café.


Começamos com uma exposição sobre o prédio da Biblioteca, que era a antiga prefeitura. A sala de reuniões e o gabinete do Prefeito estão preservadas.



Deu até para tirar uma foto como “Major of Seoul”.


Descemos mais uma escada e passamos por duas exposições, a primeira, sobre a praça central, onde ocorreram diversos acontecimentos da cidade. 



O que mais me chamou a atenção é a demonstração que a praça era importante para a cidade por conta das manifestações populares que aconteceram nela. 


E até tem um mural, para que os cidadãos possam contar um pouco de sua história com a praça.


A segunda exposição é sobre o Naufrágio de Sewol, uma exposição cuja ideia principal é que eles nunca mais esqueçam o que aconteceu, para que isso não ocorra novamente.



Abaixo uma imagem com o antigo catálogo, que hoje é utilizado somente como objeto de exposição.


Tinha também exposição sobre países. Eles solicitaram doações às embaixadas e estas doações estão expostas. Infelizmente, não tiveram doações do Brasil.




Achei interessante a placa com a data de devolução.


Na Biblioteca Pública Metropolitana de Seul, são disponibilizados jornais do mundo inteiro. Ponto para eles.



A linda escada, achei bastante aconchegante. Ah, descobri depois que existe uma escada enorme para pegar os livros que estão ai na estante.


Descobri ali uma coisa bem intrigante, uma máquina automática de higienização dos livros. Pena que não consegui tirar uma foto. Mas qualquer pessoa pode ir e deixar o livro para limpar.


Em Seul, é bastante comum o uso de máquinas, então a do auto-atendimento não foi surpresa. Mas essa última, em que o usuário faz a reserva de horário no computador, é bem bacana.


A experiência foi marcante, pena que foi uma visita rápida.

Fotos: Tiago Murakami
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário