PALAVRAS DE AREIA: CRÔNICAS DE MORDER A LÍNGUA


Palavras de areia: crônicas de morder a língua é daqueles livros que nos permite captar muito das emoções e vivências de seu autor. Com narrativas curtas envoltas em experiências reais, possui leveza, humor e sensibilidade.

Escrito por André Kondo, trata-se também de um relato de viagem, onde o autor utiliza observações de pontos focais da comunicação e da língua em diferentes cidades do mundo, inclusive minha querida Manaus, para produzir o seu trabalho. André viajou por 60 países e passou por interessantes experiências. 

Sabendo que precisaria escolher os livros que levaria para uma viagem que faria de barco pela amazônia (de Belém até a cidade de Oeiras no Pará), não tive dúvidas, era hora de ler Palavras de areia...e dito e feito, devorei o livro nas primeiras três horas de viagem e ao concluí-lo sentia aquele gostinho de quero mais.

Publicado pela editora In House, o livro recebeu dois prêmios: Alejandro Cabassa (UBE – RJ) e Prêmio Estímulo de Cultura (Jundiaí – SP).

Não é a primeira vez que leio um trabalho de André, Em 2011 por uma ajuda do destino tive a sorte de conhecer Contos do Sol Nascente, gostei tanto que fiz uma postagem sobre a obra no Dia Nacional do livro daquele ano. 

Quanto a Palavras de areia: crônicas de morder a língua o que mais posso dizer??? Gostei muito...e  encerro deixado um recadinho diretamente para o autor referente ao uso da palavra bombom e bala em Manaus...eu mesma que sou de lá já vivi algo semelhante...coisas de morder a língua.

Obrigada André Kondo! Arigatô!


Foto: Catarina Negrão
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
André
admin
24 de junho de 2013 15:05 ×

Soraia, muito obrigado por suas palavras sobre a minha obra! Que honra saber que o meu livro foi escolhido para te acompanhar pela Amazônia. Ao ver a sua foto, lembrei-me de minhas viagens pelos rios amazônicos. Adoro essa região! Obrigado por levar um pedacinho de mim para passear por aí!
Olha só um trecho de um relato sobre uma de minhas viagens de barco, de Manaus a Porto Velho: http://livroalemdohorizonte.blogspot.com.br/2009/04/5-passo.html

Um grande abraço!

Responder
avatar
24 de junho de 2013 16:09 ×

Olhei o seu Blog e achei muito linda a narrativa André Kondo, conheço bem a estrutura dessas viagens pelos rios da Amazônia e sei que ao lado da cada rede segue histórias, muitas histórias. Bela a que estava ao lado da sua rede...

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário