PIRENÓPOLIS - PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO, URBANÍSTICO, PAISAGÍSTICO E HISTÓRICO


Faz tempo que escrevi pela última vez sobre "cidades patrimônios" mesmo já tendo visitado várias... Não é segredo que tenho especial atenção pelo tema, por isso, tendo ido a Pirenópolis no feriado da Semana Santa de 2013, destaco brevemente suas lindezas.



Pirenópolis é uma cidade do interior de Goiás que foi tombada em 1988 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN por seu centro histórico bem cuidado com casarões e igrejas do século XVIII, suas ruas de pedras e toda a atmosfera de antiguidade que lhe confere um charme todo especial.


Contudo, apesar do clima de tranquilidade, a cidade é vibrante e atrai inúmeros turistas que chegam em busca de sentir além da história do povo goiano, o usufruto dos atrativos naturais, haja vista a existência de várias cachoeiras, reservas ecológicas e vistas muito bonitas em diferentes recantos da cidade.


Do centro histórico adorei a Rua do Lazer, onde estão concentrados bonitos e aconchegantes barzinhos, instalados em casas em estilo colonial. Destaque também para as igrejas e especialmente o prédio do Teatro que data de 1899 e o Cine Teatro Pireneus, ambos ainda em atividade.


A cidade tem pracinha com coreto, feira de artesanatos e muitas lojas cheias de coisas lindas. Há restaurantes, bares e muitas opções culinárias.

Como era dia festivo, pude sentir o que é passar uma festa em Pirenópolis quando a cidade toda se envolve e fica difícil definir quem é morador ou visitante.




Mas algumas coisas lamentei relacionado à Biblioteca Pública: o fato de ficar fechada nos dias de festas, não estar localizada no centro histórico e tampouco ocupar um dos belos casarões da cidade....

Visitei Pirenópolis com minha filha Camila e seus amigos de Brasília (Joana e Luiza) e de Belo Horizonte (Carolina, Gabriel e Diogo).


Foi um privilégio de ter vivido três dias regados à música, bons vinhos, filmes, observação da cultura local, interação com amigos de Mila, conversas com Mila e o desejo de estar perto de quem tanto amo. Filha querida, você não sabe o quanto te amo!

Fotos: Soraia Magalhães
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário