LIA SEMPRE LIA - PRIMEIRO CHÁ LITERÁRIO DO CEI RIACHO FUNDO I - BRASÍLIA


A primeira apresentação de Lia sempre lia em Brasília foi linda e aconteceu durante o Primeiro Chá Literário do CEI Riacho Fundo I, na melhor forma com que acontecem os chás literários, em meio a poesia, falas sensíveis e distribuição de chá com biscoitos e pãezinhos de queijo.




A oportunidade veio por meio da Professora Valniele Vilela que ao saber do meu desejo de divulgar Lia sempre lia em Brasília viabilizou o convite e elaborou conjuntamente com suas amigas, o bonito evento.


O esmero com que foram pensados os detalhes foi evidenciado inclusive no painel que apresenta Lia em imagem ampliada e também nas falas que destacaram a comemoração ao dia nacional do livro infantil que aconteceu no dia 18 de abril.  


Além da apresentação do livro Lia sempre lia, houve também a participação da poetiza Nieli, que é prata da casa  e deixou uma bonita reflexão sobre pipas...



O CEI Riacho Fundo I atende alunos do 1º e 2º períodos da Educação Infantil. O espaço é bonito e oferece boas condições de trabalho aos profissionais da educação. Dispõe do total de oito salas de aula, sala de leitura e de projetos, espaço para brinquedoteca e vídeo, refeitório, parquinho com ambiente de chuveiros e uma casa de boneca.
 


Após a apresentação cultural foi maravilhoso ver as crianças em rodinhas degustando chás feitos com ervas de camomila e outros sabores, servidos com biscoitinhos e pão de queijo... 

 
Para depois dessa atividade, as crianças ainda estiveram ocupadas. A pintura da reprodução da capa de Lia sempre lia e uma folha em branco era o ponto de partida para a criação...olha que bonito. 

O lugar me surpreendeu muito e fiquei satisfeita por ver o investimento do governo de Brasília com a educação dos pequenos, contudo, percebi na sala de leitura a inexistência de acervo adequado para trabalhar o estímulo a leitura...Veja isso Governador, o trabalho está lindo e isso é fácil de resolver!
 

Me senti muito bem durante o evento e posso assegurar que foram emocionantes todos os abraços que recebi das crianças e dos professores e saí de lá pensando...O que agregamos a nossa vida quando vivemos experiências como essa? A constatação de que é bom demais fazer o que amamos...


A imagem acima é de uma singela lembrança que ganhei das professoras e traz uma frase que eu gosto muito do Raul Seixas que diz "Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, sonho que se sonha junto é realidade."

Deixo abraço todo especial para Valniele Vilela, Nájme Ataides e Chris Vieira, bem como a Diretora do CEI Riacho Fundo I, Suely Melo Alvares e aproveito para parabenizá-las pelo trabalho, ao qual se percebe, é feito com AMOR.


Fotos: Valniele Vilela e Nájme Ataídes
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário