ENTREVISTA: O CAÇADORES DE BIBLIOTECAS NA RÁDIO NACIONAL DA AMAZÔNIA


Uma programação diversificada voltada para a população amazônida. É com esse propósito que a Rádio Nacional da Amazônia vem atuando desde 1977, atingindo aproximadamente 60 milhões de habitantes, com um sinal que se expande por toda a região norte e de acordo com a EBC
...a emissora leva informações a moradores/as de áreas rurais, ribeirinhas e fronteiriças, onde outros veículos de comunicação têm dificuldade de acesso. Integra a população da Amazônia Legal a outros estados brasileiros por meio da programação e de mensagens que possibilitam até reencontros entre familiares. Agricultores, professores, pescadores, atendentes, artesãos, estudantes, idosos, comerciantes, quebradeiras de coco são parte de nossos/as ouvintes.
Muito legal a proposta e foi por isso que fiquei muito contente  quando recebi um e-mail da produção do programa Mosaico que dizia assim:
Olá Soraia, tudo bem?
Gostaria de marcar uma entrevista sobre o site Caçadores de bibliotecas para o programa Mosaico, da Rádio Nacional da Amazônia. A entrevista pode ser nessa segunda-feira às 13h30, no horário de Brasília? Se puder, seria bom fazermos aqui no estúdio da Empresa Brasil de Comunicação (fica no Venâncio 2000), caso não possa, podemos tentar por telefone. A entrevista é ao vivo e o apresentador é o Morillo Carvalho. Nas segundas-feiras, nós falamos sobre sites de cultura. A Rádio Nacional da Amazônia é transmitida por ondas curtas para a região norte e estados de Mato Grosso e Maranhão. Grata, Elis Tanajura (Produção – Mosaico Rádio Nacional da Amazônia 11.780 kHz e 6.180 kHz - EBC).
Claro que aceitei pois falar de bibliotecas é sempre necessário e sabendo que a informação chegaria inclusive à minha Manaus, no estado do Amazonas, me senti ainda mais motivada.


A entrevista aconteceu no dia 14 de abril de 2013 e foi muito bacana. No ensejo, falamos sobre a ideia da criação do blog, das visitas às bibliotecas de várias cidades do Brasil e do mundo, da importância das bibliotecas públicas e o que tem feito o poder público para o seu desenvolvimento e por fim sobre o Movimento Abre Biblioteca que mobilizou o Amazonas em prol da Biblioteca Pública Estadual, que estava fechada para reforma por mais de cinco anos e que foi reaberta por meio de uma luta. O tempo passou voando e ainda sobrou um pouquinho para falarmos dos prêmios Movers and Shakers 2013, nos Estados Unidos e Genesino Braga, no norte do país. 


Nessa experiência proveitosa, lembrei com saudade da estação da Rádio Com Ciência da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - Fapeam e da amiga Edilene Mafra. 

Falar de bibliotecas e por meio do Caçadores de Bibliotecas é sempre um grande prazer, por isso aproveito para agradecer ao Morillo Carvalho por sua simpatia, assim como a produtora Elis que juntos fazem um bonito trabalho. Agradeço também por me deixarem muito a vontade para falar das minhas vivências.


Fotos: Elis Tanajura
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário