NEW YORK PUBLIC LIBRARY


Com prazer apresento a Biblioteca Pública de Nova Iorque por meio de narrativa e imagens da Bibliotecária Paula Carina Araújo, que já nos levou em outra oportunidade a percorrer a Seattle Public Library e agora nos apresenta um pouco do que foi sua experiência nesta que é considerada uma das mais referendadas bibliotecas do mundo. Paula Carina que retornou ao Brasil ontem, após um período de estudos doutorais em Seattle, nos leva a ficar fascinados por essa biblioteca que consta em minha lista de desejos e creio, na lista de muitos apaixonados por bibliotecas. 
......
Por Paula Carina de Araújo

A Biblioteca Pública de Nova Iorque foi fundada em 1895. É o maior sistema de bibliotecas dos Estados Unidos. Ela está distribuída em 92 locais no Bronx, Manhattan e Staten Island. São 88 bibliotecas setoriais nos bairros e 4 centros de pesquisa. O acervo é formado por 55 milhões de itens digitais e impressos. Durante minha passagem por New York City, NY eu visitei o prédio principal (Stephen A. Schwarzman Building) da Biblioteca Pública de New York que está localizado na Quinta Avenida

                     Leão de Mármore

A começar pela fachada da biblioteca, podemos destacar os dois leões de mármore conhecidos como Paciência e Fortaleza. A imagem dos leões é utilizada como a logomarca da biblioteca devido à sua popularidade entre a população de New York City, NY e também entre os turistas.


Meu objetivo principal com essa visita era conhecer a Rose Main Reading Room que é considerada a divisão geral de pesquisa e está localizada no terceiro andar. A sala de leitura é esplêndida, no teto murais de céus e nuvens ondulantes, belas mesas de madeira e lindas luminárias. Os turistas têm acesso a um lado da sala de leitura, o outro é destinado exclusivamente apenas para usuários. Várias outras salas da biblioteca, com acervos especializados, tipos de materiais específicos, podem ser acessadas apenas se o seu objetivo é pesquisar ou utilizar o espaço para estudo.

    Rose Main Reading Room

Os usuários podem solicitar material disponível na coleção da biblioteca e também podem utilizar os livros de referência disponíveis nas estantes desta sala. A sala de leitura estava repleta de leitores e turistas ávidos para fotografar e capturar um pouco de tanta beleza com um clique. Fiquei surpresa com a quantidade de turistas, nem sempre é comum encontrar turistas em bibliotecas.


   Balcão para solicitação de materiais

   Balcão de Informações

A biblioteca conta com um sistema muito eficiente para a localização e disponibilização de material para os usuários, eles chamam o sistema de “The New York Public Library Book Train”. O sistema conecta a sala de leitura ao local onde os livros estão armazenados (Milstein Research Stacks) onde estão milhões de volumes. Os livros são localizados no subsolo e entregues para a equipe da biblioteca no primeiro andar e na sala de leitura. 


Descrição sobre o Book Train, sistema de distribuição da coleção para a equipe da biblioteca e usuários.


                     Book Train

A sala de leitura é conhecida por suportar a pesquisa de diversos escritores por mais de cem anos. Logo na entrada da sala há uma exposição de livros escritos a partir de pesquisas realizadas utilizando os materiais da coleção da biblioteca e muitos deles escritos na sala de leitura.

                       Livros escritos com o uso de materiais da coleção da biblioteca.


Duas reformas recentes foram feitas na sala de leitura, uma em 1998 e a outra mais recentemente, em 2016.

Pesquisadores na sala de leitura

Antes de entrar na sala de leitura passei pela Bill Blass Public Catalog Room que é o local onde os pesquisadores dão o primeiro passo na biblioteca. Eles podem acessar o catálogo da biblioteca, pesquisar em bases de dados especializadas e consultar livros de referência. Também é possível receber orientação de um bibliotecário de referência e solicitar o cadastro na biblioteca. 

     Bill Blass Public Catalog Room

                       Balcão de atendimento da Bill Blass Public Catalog Room

Infelizmente, não consegui fazer uma visita minuciosa a todas as seções da biblioteca. Entretanto, fui surpreendida com a exposição do original da declaração da independência dos Estados Unidos escrita por Thomas Jefferson. A exposição estava acontecendo em comemoração ao 4 de julho, dia da independência americana.


Uma das página da Declaração de Independência dos EUA


Por fim, ao caminhar nos arredores da biblioteca eu encontrei uma sinalização na East 41st St chamada “Library Way” ou, caminho para a biblioteca. A sinalização é fantástica, ao caminhar naquela rua há varias placas na calçada a começar pela indicação do Library Walk como uma celebração da literatura mundial trazida para a população pela New York Public Library. As placas subsequentes têm citações famosas sobre livros, bibliotecas e leitura. A ideia é genial e sem dúvidas atrai a população para a biblioteca.

Placa do início do Library Walk.


Uma das placas do Library Walk com citação.


Indicação do Library Way, caminho até a Biblioteca Pública.


Eu já havia visto fotos desta biblioteca tanto no site, que por sinal é maravilhoso, quanto no facebook de amigos que já visitaram a biblioteca. Nesta viagem realizei o sonho de conhecer New York City, NY. Claro que eu não poderia deixar de incluir bibliotecas no meu roteiro e, esta em especial. Recomendo a visita e eu mesma com certeza retornarei em uma próxima viagem para conhecer cada parte da biblioteca.

Fotos: Paula Carina de Araújo
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário