MUSEU DAS MINAS E DO METAL - BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS


O Museu das Minas e do Metal  (MMM) é mais um dos belos espaços museológicos que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade. Foi inaugurado em 2010, no antigo prédio da Secretaria do Estado da Educação, após ampla reforma e modernização.


A arquitetura do edifício impressiona pela suntuosidade nos ambientes. Chamam a atenção as colunas, escadarias, vitrais, lustres e tudo pode ser  fotografado, desde que sem uso de flash.



O edifício possui elementos da art noveau e influência francesa. Os ambientes são escuros contudo, atuam com combinação, favorecendo e destacando os materiais em exposição. Conforme dados obtidos na Wikipedia, o Museu: 
Está ambientado em dois segmentos: o Museu das Minas, no primeiro andar e segundo pavimento; e o Museu do Metal, no segundo andar e terceiro pavimento. Ao todo, são 18 salas. O espaço tem a proposta de relevar a importância cotidiana e econômica dos minérios e suas implicações culturais e sociais
É um Museu com muita interatividade. Tem a assinatura de Marcello Dantas, artista responsável pela criação de espaços marcantes, como por exemplo o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.



O Museu é muito especial e possui atrações para visitantes de todas as idades e claro, muitos se encantam com os efeitos da tecnologia que atua de forma a proporcionar ação educativa com um toque de diversão e cultura.


O Museu oferece uma visão da riqueza mineral de Minas Gerais e entre outras coisas possibilita acompanhar dados sobre desenvolvimento econômico do estado, com ampla inserção na metalurgia. Tudo apresentado de forma muito didática. 


O Museu das Minas e do Metal possui vários ambientes para a realização de eventos culturais, científicos e institucionais. O espaço é bastante movimentado e recebe muitas pessoas, sejam turistas, grupos de estudantes e interessados em geral. 



Estando em Belo horizonte e com o desejo de descansar um pouco, optei por apresentar o Museu das Minas e do Metal que visitei em 2011 junto com minha filha Camila. Gostamos muito do lugar e nos surpreendemos com os materiais em exposição e com os aparatos tecnológicos. Foi muito legal.  
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário