BIBLIOTECA PÚBLICA DE CONTAGEM - MINAS GERAIS


A Biblioteca Pública de Contagem, está instalada nesse casarão cor de rosa, que faz parte do conjunto arquitetônico do Centro Cultural Francisco Firmo de Mattos Filho, na área histórica de Contagem.


O município, que faz parte da região metropolitana de Belo Horizonte, é considerado o terceiro mais populoso do estado, com estimativa de 663.855 habitantes, (IBGE, 2019).



Na área onde está instalada, com grande movimentação de carros, há placas indicando sua localização, providência sempre valiosa por facilitar as condições de acesso principalmente para o público que não mora na cidade.


A Biblioteca Pública de Contagem foi criada pela Lei 93, de 29 de agosto de 1952 e efetivada em 1 de janeiro de 1953, com o nome de Biblioteca Pública Doutor Edson Diniz. Tendo em princípio funcionado no porão do Cine Teatro Municipal, em 2008 foi transferida para a Casa Rosa. Essa informação foi extraída de uma pequena matéria publicada no Diário de Contagem.


As imagens que compõe esse post referem-se a visita realizada em dezembro de 2017, momento em que o espaço estava fechado para balanço (era período das festas de final de ano), mas foi possível conhecer as salas onde estavam organizados acervos e equipamentos.


De acordo com o site da Prefeitura de Contagem, em matéria publicada em 24 de junho de 2019, a Biblioteca possui "aproximadamente 20 mil livros e mais de 15 mil leitores cadastrados, com uma média de 150 usuários por mês". A média é baixa se calcularmos o quantitativo de dias úteis e o montante populacional. A matéria ressaltava porém, a existência de bom acervo de livros em Braille. 


Apesar do espaço interno ser interessante, especialmente por sabermos estar adentrando um antigo casarão colonial, as salas são pequenas e a equipe da biblioteca provavelmente fez esforço para acomodar estantes e livros. Os espaços disponível para mesas e cadeiras não permitem atender grandes demandas de usuários. 


Como na maioria das bibliotecas públicas do país, era visível a percepção de que a prefeitura despendia poucos recursos, mas se percebia a tentativa por parte dos profissionais da casa na promoção do ambiente. 

Na imagem abaixo, uma das salas com cartaz recordando sobre o silêncio e que o espaço estava reservado para estudos. 


A Biblioteca Pública de Contagem possui uma sala para atender ao público infantil. O espaço com decoração lúdica, apresentava bom volume de livros e revistas em quadrinhos. 


O modelo de estantes, porém não é tipo ideal para atender as necessidades do público alvo, pois inviabiliza com que crianças possam ter bom acesso visual ou manual dos livros e revistas localizados nas prateleiras mais altas. A adoção de equipamentos adequados ao público infantil poderia tornar o ambiente mais agradável. 


Um dos elementos positivos observados nessa biblioteca foi a constatação da existência de um pequeno quintal, com vegetação e algumas árvores frutíferas. No local foram instaladas mesas e bancos em concreto para usufruto do recanto na área externa do prédio. 


Apesar de não ter sido possível visualizar a Biblioteca Pública de Contagem em atividades, a experiência permitiu visualizar o quadro estrutural de uma biblioteca pública no estado de Minas Gerais, bem como de favoreceu conhecer esse complexo histórico e arquitetônico que guarda um pouco da memória da cidade de Contagem.

Aqui uma explicação básica sobre o que cada casarão representa: na Casa Amarela, espaço reservado para exposições, Casa Azul, teatro com capacidade para 150 pessoas e a Casa Rosa, também chamada Casa Terezinha Belém, Biblioteca Pública Municipal Doutor Édson Diniz. 

  

A visita ao espaço foi uma experiência prazerosa e como gosto de recordar minha própria estada nos locais visitados, fechei posando junto a área que compõe o Centro Cultural Francisco Firmo de Mattos Filho. 

Fotos: Peter Janzon

A Biblioteca Pública de Contagem funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h.
Endereço: Rua Dr. Cassiano, 102 - Centro
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário